quinta-feira, junho 26, 2008

Uns arranhões no ego e o calimero, nem se sabe onde anda.

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) considera “grave o episódio de violência e insegurança” ocorrido ontem nas instalações provisórias do tribunal de Santa Maria da Feira e apoia a suspensão de audiências caso seja essa a decisão dos juízes.
A leitura da sentença de 18 arguidos condenados por tráfico de droga terminou em agressões a dois juízes, que sofreram ferimentos e escoriações.
O julgamento decorreu no Pavilhão dos Bombeiros de Santa Maria da Feira (instalações provisórias do tribunal).
Para a ASJP, as instalações onde está a funcionar provisoriamente o tribunal “não reúnem as condições mínimas de segurança e dignidade para realizar julgamentos.”
A ASJP denuncia ainda a “falta de sistemas de vigilância e policiamento adequados” nos tribunais, geradora de “intranquilidade nas pessoas que trabalham e utilizam os tribunais, além de uma imagem de perda de autoridade e de prestígio do Estado”.
A associação exige “uma solução definitiva, no máximo já a partir de Setembro.”
No comunicado, a ASJP apoia os juízes caso estes considerem “adequado suspender a realização de julgamentos e diligências públicas” e “exigirá ao Governo e ao Conselho Superior da Magistratura que sejam tomadas medidas imediatas e concretas no âmbito das suas responsabilidades próprias no sistema de administração dos tribunais”.
Desculpem,mas já dizia o velho Nietzsche que a justiça não cobre o que deve e quando não cobre, receberá a dobrar.
O ministro esteve em Macau e lá aprendeu decerto bastante.
O outro o que fez o CPP, saberá decerto o que fez.
Portanto ou há democracia ou comem todos, neste caso estará uma situação de distribuição de fruta, não a fruta do apito, esta é um pouco mais dolorosa e principalmente, mais humilhante, o que decerto custa mais,mostra que não há intocáveis, e para memória futura, alguém deveria ser responsabilizado, porque se pega, é o diabo.
Não sou democrata e isto é um sítio muito mal frequentado, o resto é retórica, mas que deve ter doído, deve.
Já agora, os agressores, ficaram com pulseira, com termo de identidade e residência, com cúmulo, com blá, blá, blá...

10 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Não vejo onde está o problema.
Segundo os dados oficias a segurança tem aumentado significativamente nestes 3 últimos anos.
Isso é apenas um episódio a acrescentar à invasão de uma esquadra de polícia e agressão ao agente policial e vítima que ali se tinha refugiado e pedido protecção.
Nada disto tira brilho ao "Portugal (cada vez mais) Seguro".
Mas para estragarem a escrita aparecem sempre uns queixinhas a dramatizarem uma situação sem qualquer importância, ou será que os juizes merecem protecção especial?

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous Anónimo said...

quem não se dá ao respeito não o merece...as pessoas perante o que vão vendo do funcionamento da justiça perderam-lhe o respeito.....e não vale a pena esperar por melhores dias...na verdade só falta que os politicos começaremm a sentir o mesmo e talvez compreendam finalmente que a lei do quero posso e mando t~em os dias contados...é que um povo com fome... quando meia dúzia não sabem que fazer ao dinheiro ...é um povo de cabeça perdida....

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous joão said...

Bom, o povo já começou a mandar os brandos costumes à urtigas! Muitos cidadãos já perderam, há muito, o respeito pelos seus semelhantes e até por si mesmos, mas as coisas começam a ficar complicadas demais e temos que nos preparar para começar a assistir a momentos históricos e únicos, que parece estarem a aproximar-se. Já foram agredidos agentes da autoridade, agora são os juízes a ser maltratados. Espero viver anos suficientes para assistir o povo a escorraçar e maltratar os políticos que os têm governado e quiçá ver um Presidente da República a ser achincalhado por não ter defendido o seu povo. Claro que serei apenas espectador destes momentos históricos, se cá estiver!

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous pois é said...

Sinceramente, esta situação não me surpreende, não há um suposto Avelino lá no norte que manda calar a Juiza em tribunal e fala em modos menos proprios aos magistrados? Não há uns supostos tipos lá no norte que tudo indica vão ser absolvidos no caso dos apitos? Não há uns supostos autarcas lá no norte que fugiram para o Brasil por um suposto saco azul numa autarquia? Porque razão estes 18 haveriam de ser condenados por trafico de droga? Não acham uma grande injustiça? A mim parece-me natural que eles se revoltem com os juizes. Eu só digo uma coisa, Portugal não está para brincadeiras, um dia isto tudo vem abaixo.

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous coelho said...

A mentalidade desordeira cresce a passos largos; toda a gente sente esta situação,mas as nossas autoridades receiam tomar medidas adequadas . Os legislativos, vivem no seu mundo de "faz de conta"... os executivos, para fugir a sarilhos "encolhem-se"... Assim, a anarquia reina no campo da libertinagem, sem que ninguém lhe levante obstáculos... Nos tempos actuais ,volta a confirmar-se, que "fraco Rei faz fraca a forte gente"... ISTO NÃO PODE TERMINAR BEM !!!...

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous chiko said...

Agredir não sei, mas pela quantidade e "qualidade" da Jurisprudência, (justiça, ha, ha) podem, regra geral, limpar as mãos à parede. Já está no preço. Sabem quanto ganha e que previlégios tem um Juiz ? Não queiram saber... Só vão dentro os pilha-galinhas, que roubam para matar a fome, os Jornalistas que não alinham e os que refilam e a Nova Pide Social Democrata, pois, PS (D) do Eng. aos Domingos manda enjaular. Agora com isto dos combustiveis lá vão mais uns tantos Viva o novo Humberto Delgado, o Super Bastonário da Ordem dos Advogados. Há um ou outro Juiz a bradar no deserto, mas mesmo os "insuspeitos" são uns podres. Haja conhecimentos, conhecendo o Juiz certo, ninguém nos apanha (Pinto da Costa, Vale e Azevedo). Deve-se ser discreto, ter ar sério e conhecimentos na Judiciária e ligações à extrema esquerda, extrema direita, ou às duas, etc.) São como os burros do cigano, estão todos encostados uns aos outros. Se o burro de sustentação cai, lá se vai a Jurisprudência da tanga. São como os tipos das seitas Dá Cá, pregam bem, o pior são os "esqueletos no armário". Mas voltamos à história dos burros do cigano...

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous oliveira said...

A que ponto chegou a ignorância neste País... Em qualquer país desenvolvido, com um povo minimamente civilizado, um acontecimento destes deveria ser motivo de grande preocupação e mesmo de consternação. Em Portugal, vêm para aqui hordas de comentadores aplaudir a atitude dos coitados dos traficantes que foram condenados pela justiça, coitadinhos, e deram uns merecidos tabefes nos juízes como demonstração da sua legítima indignação. Definitivamente a JUSTIÇA CAIU NA RUA! Finalmente, o poder político atingiu o seu objectivo - através do achincalhamento e desligitimação sistemática do poder judicial (obrigado a trabalhar em armazéns industriais...), logrou que o Povo não tenha qualquer respeito pelo poder do Estado a quem constitucionalmente está cometida a função de resolver os seus conflitos. PARABÉNS SR. SÓCRATES! E a tudo isto assiste o povão, feliz e contente, sem a menor noção daquilo que aí vem... CAMBADA DE ANORMAIS!!!

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous barbosa said...

FINALMENTE JÁ CHEGOU AOS JUIZES. Pode ser que agora a coisa começe a melhorar e se começe a tratar estes criminosos como eles merecem: À porrada e a trabalhar nos trabalhos forçados, se não quiserem ficam a pão e água na cela todo o dia.

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous costa. said...

Quando o cidadão comum é assaltado e agredido os Srs. não dão importancia nenhuma e soltam os criminosos,mas como tocou aos Srs. o caso já muda de figura,estão a colher os frutos que semiaram. Doi não Doi......

sexta-feira, junho 27, 2008  
Anonymous costa. said...

Quando o cidadão comum é assaltado e agredido os Srs. não dão importancia nenhuma e soltam os criminosos,mas como tocou aos Srs. o caso já muda de figura,estão a colher os frutos que semiaram. Doi não Doi......

sexta-feira, junho 27, 2008  

Enviar um comentário

<< Home

Divulgue o seu blog!