quinta-feira, Dezembro 02, 2004

Vantagens e desvantagens da imigração.

"A imigração beneficia os países, os de origem e os de destino, diz o Estudo Económico e Social Mundial da Organização das Nações Unidas (ONU) deste ano. Contudo, apesar dos aspectos positivos, como o desenvolvimento económico, o fluxo de pessoas para outros Estados - em 2000, cerca de 175 milhões de pessoas viviam fora do país onde nasceram - levanta também algumas dificuldades, como a "fuga de cérebros". Por exemplo, o emigrante médio que sai da América Latina ou da Ásia tem mais do dobro da escolaridade do que os que ficam. Os medos de que os que chegam ao novo país roubem postos de trabalho ou façam baixar os salários não passam disso mesmo, de receios. O relatório - que foi elaborado pelo departamento dos Assuntos Económicos e Sociais da ONU -, afirma que não existe uma baixa significativa dos ordenados, nem das taxas de emprego entre a população do país de acolhimento.


Além disso, os imigrantes fazem subir a procura de bens e serviços, contribuem para o aumento do produto interno bruto e para os cofres do Estado, mais do que aquilo que recebem de retorno, acrescenta o relatório. Isto não acontece apenas no Estado que os recebe, mas também naquele de onde saíram. Os países de origem podem, se adoptarem políticas correctas, ressalva o relatório, maximizar os benefícios das remessas enviadas pelos emigrantes. Actualmente, essas remessas rondam os 60 mil milhões de euros. Os migrantes residentes no estrangeiro são ainda "grandes investidores" nos seus países. Mas há perdas associadas à emigração, como a "fuga de cérebros", salienta o estudo. A escolaridade dos emigrantes africanos é três vezes superior à daqueles que ficam, o que se traduz numa pesada factura para o país de onde saem. É que esses Estados, em vias de desenvolvimento, perdem em termos de criatividade e inovação e ainda economicamente, já que aqueles que saem não pagam impostos.

Imigração e reformas

Quanto aos Estados que recebem estes migrantes, os mais desenvolvidos, e que sofrem com o processo de envelhecimento da população, vêem com bons olhos o fluxo de imigrantes, para a manutenção das pensões e outras regalias dos reformados. Mas, alerta a ONU, estes países devem adoptar políticas "bem concebidas" para conseguir sustentar os sistemas de reforma. Os peritos avisam que, embora estes imigrantes sejam "parte da solução", não eliminam os efeitos do envelhecimento, porque são temporários. No caso da Europa, a população teria sofrido uma redução de 4,4 milhões em cinco anos (entre 1995 e 2000) se não fosse a chegada de cinco milhões de migrantes ao continente. A imigração contribuiu para pelo menos três quartos do crescimento demográfico na Áustria, Dinamarca, Grécia, Itália, Luxemburgo, Espanha e Suíça. O número de estrangeiros residentes na Finlândia, Irlanda, Itália, Portugal e Espanha duplicou nos anos 90.


Apesar do número de pessoas que entra na Europa, a prospectiva para 2050 é que a população europeia sofra uma redução de 96 milhões. Se se quiser combater esta diminuição através da imigração, esta teria de aumentar a uma taxa "praticamente impossível", diz o relatório, de maneira a que compensasse a taxa de inactivos/activos."


Problemas:

1/ Se há fuga dos cérebros do país de origem, ficando somente os que têm metade ou menos da escolaridade, como pode esse país ser beneficiado – só se for para manter o Status Quo das ditaduras governativas desses países;

2/ Se os imigrantes recebem salários menores do que os naturais – razão porque só se encontram imigrantes a trabalharem nas grandes superfícies – e aceitam fazer todo o tipo de trabalho, como se falar que a ideia de baixar os salários não passam de receios infundados?

3/ Como se pode afirmar que os imigrantes contribuem para o aumento dos cofres do Estado se eles nem descontam, visto serem explorados?

4/ Se esses Estados, em vias de desenvolvimento, perdem em termos de criatividade e inovação e ainda economicamente, já que aqueles que saem não pagam impostos, aonde está a vantagem?

5/ Se estes imigrantes sejam "parte da solução", não eliminam os efeitos do envelhecimento, porque são temporários, aonde está a vantagem em adiar o problema?

6/ E a grande percentagem da segunda geração que se dedica ao negócio ilegal e que não conta para essas estatísticas?
Parece-nos um bocado forçado este estudo. Do género daquele em que a não integração dos ciganos na sociedade era da xenofobia dos “outros”.

27 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Ao que isto chegou. Entretanto os Portugueses válidos continuam a sair do País.Os nossos políticos vão continuar a dar valor é a toda a porcaria que importaram porque continuam a ter medo de quem os elegeu.Será dificil adivinhar o futuro de tudo isto? Baptista

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

Agora que o PS vai ganhar e chamar mais imigrantes para o nosso pobre Portugal isto vai ficar lindo. Devolvam os imigrantes á selva e verão que a criminalidade reduz na sua maior parte. Imigração e crime andam de mãos dadas. António Oliveira

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

Sr. António Oliveira de... lembre-se que sempre fomos imigrantes e ainda o somos em grande número. Não faz mal que venham desde que se comportem e a isso sejam obrigados. Mas a podridão são a 2ª geração que já passou pelo nosso brilhante sistema educativo. É daí que eles saem porque, coitadinhos, não podem levar umas chapadas e têm, merecendo ou não, que ser integrados...estatísticas. Xino

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

António, não sejas ignorante. A ignorância é uma coisa triste. Ainda há uns dias saiu um estudo global, da ONU, que demonstra que os fenómenos migratórios são bons tanto para os países de origem como especialmente para os de chegada. Se não fossem os imigrantes, a nossa Segurança Social já tinha ido às couves, ou estava próximo disso. João

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

Sr.antonio o que o sr. diz é um pouco redutor eu sou Portuguesa a viver no estrangeiro e até hoje não tenho nada a haver com o meio do crime e ainda bem que o país onde eu estou a viver 5comunidade portuguesa é a importante), ainda bem que eles não pensam a mesma coisa que o sr. porque nós estariamos mal. Penso que o probléma é mais complicado.Devido às nossas antigas colonias alg. são portugueses. MJ

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

E aparece sempre um comentário "moralista" sobre racismo e xenofobia pelo meio. Anda por aí o Imigrante/Estrangeiro. Feio é sermos roubados por essa corja, e ainda lhes darmos (dão os políticos) mordomias, em vez de lhes darmos bilhete só de ida!

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

Sr. António Gomes, falou aí de africanos, romenos, ucranianos, moldavos, mas falta nomear os BRASILEIROS, que esses estão em maior número e são os que fazem a porcaria toda. Já não há remédio algum, a Imigração e os (des)governos que os apoiam têm rebentado com este país.
Africano de nascenca, mas Branco de pele

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

O sr. António Oliveira está cheio de raiva. É decerto do PSD ou do CDS, e gostava de viver nesta palhaçada. Já agora, lembra-se quantas vezes é que o ministro Paulo Portas, durante a campanha eleitoral, falou no combate à criminalidade? Resposta: A toda a hora. E depois no governo, quantas vezes falou nisso? Resposta: Zero. Calado que nem um rato, não fosse alguém falar-lhe nisso. Tenham vergonha. JPereira

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

Que comentários tão ignorantes e contraditórios. Se por um lado se queixam da imigração, por outro fazem vénias à emigração! Não acham que antes de virem para aqui desbobinar disparates, deviam saber do que falam? Ainda por cima parecem ser gente graúda... Katarina

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

É a gatunagem no seu melhor...Vamos exigir e muito deste novo governo.A segurança e saúde do País tem que ser uma das prioridades.Preparem-se para o trabalho e para nos ouvir.Chega de dormir em serviço!
Luisa Baião

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

Parece-me que há pessoal que adora ser assaltado.

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

São assaltados e pedem por mais. Gente burra.



JC

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

É isso rapaziada. Há broncos que gostam de defender quem os assalta. Percebem porque não conseguimos sair da cauda da europa?

Raúl

quinta-feira, Dezembro 02, 2004  
Anonymous Anónimo said...

This is very interesting site...
»

sábado, Setembro 30, 2006  
Anonymous Anónimo said...

best regards, nice info »

quarta-feira, Abril 25, 2007  
Anonymous Anónimo said...

olhaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
es um filho da puta nojento que pensa que sabe alguma coisa de imigraçao!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
sou um preto imigrante que ficou ofendido!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!angola forever!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, Fevereiro 26, 2008  
Anonymous português orgulhosamente said...

Existe muita grande ingratidão da parte dos emigrantes que o nosso país acolhe,a bem ou mal tem no país que os recebeu, uma oportunidade de melhorarem o nível de vida que lhes foi difícil atingir no país de origem.Hoje em dia existe uma maior aceitação dos emigrantes da parte dos portugueses, se os emigrantes lutarem e trabalharem para o que querem , conseguem-nos tal como os Portugueses. Enfrentarão dificuldades? Claro, como qualquer emigrante que parte para outro país, mas essas dificuldades não podem ser pretexto de revolta para enveredar por caminhos ilícitos mas sim para trabalhar e lutar mais.Se os Portugueses não são bons, também não são, sem dúvida alguma o pior exemplo de emigrantes no estrangeiro, são trabalhadores e pouca gente houve falar deles lá fora, é porque não são assim tão maus. Português com orgulho do princípio ao fim, tenhoorgulho do meu povo e um sentimento contrário em relação ao governo.

sábado, Setembro 13, 2008  
Anonymous Anónimo said...

Mas que site mais estupido.......
1º tu falas com tigo proprio pork nimguem deixa comentarios..até te xamas nomes.....
2º Os imigrantes nao sao selvagens e tu és mas éum ganda racista...caso nao saibas a tua tatatatataravo é preeeeta.....e os portugueses k vao pra outros paises roubar o trabalho aos outros entao isso ja nao dizes....pois nao t comvem......agora kem se ri sou eu...hahahahahahahahahahahhehehhahahahahahahahahahahahhahahhahahhahahahhahahahhahahahhahahahah

sexta-feira, Novembro 07, 2008  
Anonymous Anónimo said...

oi portugues orgulhoso...nao sao emigrantes mas sim imigrantes....
...exo aprendesse no 5º ano....

sexta-feira, Novembro 07, 2008  
Anonymous Anónimo said...

Penso que a imigração deve obviamente ser alvo de um maior controlo para evitar situações extremas, mas concordo plenamente tanto com a imigração como com a emigração. Todos temos o direito de lutar por melhores condições de vida.
Não se esqueçam que muitos imigrantes, vêm com vontade e necessidade de trabalhar, acabando por contribuir para a construção da nossa sociedade trabalhando nos sectores da construção e agricolas que nós os portugueses desprezamos... mas são essenciais!! E também que nós somos um país de emissão de emigrantes desde há séculos!! Não se pode generalizar... há pessoas boas e más de qualquer raça, ou país..

terça-feira, Novembro 18, 2008  
Anonymous Anónimo said...

É triste ver que muitas pessoas ainda vivem na ignorância.Muitos Portugueses foram obrigados a emigrar para melhorar a condição das suas vidas, porque este país não os tratou como deveria ser.
É verdade que existe muita injustiça seja para os nacionais como para os imigrantes, mas de quem é a culpa...
Só sei dizer uma coisa, estamos a ser governados por ladrões da pior especie, todos dizem coisas bonitas e depois nada fazem, e refiro-me a todos os partidos, basta olhar para o que todos eles fazem, a comunicação social já está a tomar conta do assunto.
temos de tudo: mentirosos, ladrões, pedófilos,corruptos etc
Isto está de pernas para o ar, e a criminalidade aumenta a um ritmo acelerado, enquanto não atingir a classe rica e política, isto vai doer para todos nós.
e não é de admirar que a maior parte da criminalidade violenta é provocada por gente oriunda dos países de Africa mas isso já todos nós sabemos. Quando chegar o dia da verdade já será tarde demais...
já me esquecia...agora inventaram esta do rendimento mínimo, quem trabalha ganha muito menos que um que recebe isto enfim... e de quem é a culpa...

terça-feira, Março 03, 2009  
Anonymous Anónimo said...

Esquecem isSo e comecem a preocuparem.se km a vida dps da morte...kika

quarta-feira, Março 18, 2009  
Anonymous Anónimo said...

Esquecem isSo e comecem a preocuparem.se km a vida dps da morte...kika

quarta-feira, Março 18, 2009  
Anonymous Anónimo said...

Esquecem isSo e comecem a preocuparem.se km a vida dps da morte...kika

quarta-feira, Março 18, 2009  
Anonymous Anónimo said...

é engraçado que maior parte dos portugueses achem que os imigrantes não querem trabalhar, e querem tudo de mão beijada. talvez seja verdade, e que eles(imigrantes) são maiores potencia da criminalidade, também não deixa de ser mentira, mas eles cometem estes crimes entre si. normal,ente, não se vê um preto a assaltar um banco ou algo parecido, quando imigrante e quando digo imigrante, não me refiro só aos pretos mas sim todos os imigrantes comete um pequeno delito, os jornalistas identificam-lhes como sendo, preto, brasileiro, ou ucraniano, mas quando se é português, é apenas individuo. Portugal não evolui ou desenvolve, se as mentes das pessoas continuarem paradas no idade do gelo. tenham a vergonha e deixam de racismo que isso é para pessoas incultas.

segunda-feira, Março 29, 2010  
Anonymous Anónimo said...

Ao meu ver o senhor deveria deixar de ser um pouco ignorante porque todos nos procuramos as melhores condições de vida para nos e para quem nos rodeia. Se o senhor for bem a ver hoje pode estar a criticar muitos emigrantes mas não se pode esquecer que o mundo da voltas se o senhor não emigrou foi porque no seu tempo havia boas condições para se viver cá em Portugal mas da maneira em que o país se encontra qualquer um dos seus descendentes também ira emigrar a procura de melhores condições de vida para fora de Portugal. Deixe de ser assim e levante as mãos para o céu para agradecer-lhes pois é graças a eles que a nossa segurança social ainda funciona. Heulénia Bandeira

sexta-feira, Janeiro 07, 2011  
Anonymous Anónimo said...

Penso que estamos aqui num grande conflito...
Porque é que quem está contra os imigrantes não justificam porque não gostam deles? Dizer que eles são uns bandidos já não cola. Infelizmente há tantos ou mais criminosos portugueses do que imigrantes...

quinta-feira, Janeiro 05, 2012  

Enviar um comentário

<< Home

Divulgue o seu blog!