sábado, fevereiro 03, 2007

Cova da Moura.

"A Cova da Moura é o bairro com pior fama do concelho da Amadora. Neste bairro, é possível trilhar caminhos fugidios e estreitos que, quase se perdem de vista, e descobrir uma outra Cova. Uma Cova da Moura onde a frágil realidade social se funde com mensagens de esperança, união e optimismo. Onde uma comunidade inteira se une pela busca do mesmo objectivo, uma vida melhor, com mais oportunidades, mais vitórias. Lugar temido pelos de fora, paraíso para quase todos os que lá moram, a Cova da Moura, é acima de tudo, um lugar de expectativas. Um bairro de esperanças. Uma população sem referentes mas que ainda não desistiu de sonhar (mais aqui)."
"É tudo fantasia! Aquilo é um bairro normalíssimo, cheio de alegria. Aliás, basta ver a quantidade de gente que lá vai todos os dias à procura de ficar "alegre". Por mim, acho que devíamos todos ser obrigados a visitar a Cova da Moura e encetar uma amena cavaqueira com as suas simpáticas gentes e, sobretudo, com os jovens. Afinal de contas, se todos fossemos à Cova da Moura, talvez impedíssemos a Cova da Moura de vir até nós."

Enfim. Novamente a Cova da Moura é notícia. Desta vez para tentar demonstrar à opinião pública que o bairro é, afinal, uma espécie de paraíso exótico. Com o tempo virá a lume a verdadeira motivação desta lavagem de cérebros à moda de Torres Novas.

9 Comments:

Anonymous Pois pois. said...

Sr. Jornalista

Ninguém lhe ofereceu droga na rua??? Foi acompanhado da policia??? Foi identificado como jornalista???
Eu fui algumas vezes à Cova da Moura (para fazer um trabalho académico) e encontrava sempre (na rua principal) uns rapazes simpáticos (carregados de ouro) que me ofereciam droga, com o avontade de quem oferece fruta ou peixe.
Não tenho medo da Cova da Moura, mas que é um covil de malfeitores, é!!!

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous Nuno Alves said...

Sou morador na Cova da Moura e cada vez mais é impossivel de esconder a corrupcção por parte da C.M.Amadora e dá propria PSP da zona.

Em 1998 na Rua do Moinho deste mesmo bairro, foi fechado um estabelecimento no nº12 pelo anterior govenador civil, devido ao não incumprimento do horários de fecho e devido a desacatos que acabou com o cuminar de uma morte no exterior desses establecimento.

Ora esse establecimento percence aos "Roque", do qual o seu filho "Zé Roque" que acabou preso por pratica de trafico de droga em conjunto com o celebre "Cele" que mais tarde veio a ser morto baleado devido ao controlo do tráfico neste bairro.

Aconteçe que miraculosamente, este estabelecimento voltou a abrir em 2005 e continua aberto, com a agravante de estar a funcionar exactamente com o mesmo alvará com que o anterior estava a laborar. Alvará nº209/83, que como podem ver data de 1983 que por sua vez não cumpre com o Artigo 18. DL-57/2002 alínea b)

Mas como este país e governado por incompetentes e corruptos, nem a C.Municipal nem a PSP o vê como tal nem nada fazem para isso.

Aconteçe que este continua a laborar até altas horas da noite aos fins de semean, sendo o pior dia o de Domingo, a incomudar os moradores da zona, sem que a PSP de Alfragide a cargo do Sr. Rui Miguel Marques Pereira nada faça.

Todos os que cá moram sabem bem que estes estabelecimentos abrem com o intuito de lavagem de dinheiro e para que a droga circule dentro dos bairros, de modo a que esta não circule na rua onde estes senhores moram.

A droga nesta rua cresce a olhos visto, e só não os apanham porque não querem, basta parar o carro na rua da Ladeira, Moinho, Palmeira e do Vale para aparecer facilmente um vendedor.

Fartos de dar matriculas a mais de 1 ano e meio estão os moradores, mas o que é certo é que até agora continuam a vender exactamente no mesmo sitio, as mesmas horas com o conhecimento de todos os intervenientes.

Esta sim é a verdadeira realidade de quem vive dentro da Cova da Moura e não a que o PSP e Camara querem fazer passar para a opinião publica.

Basta ler isto para perceber que muito se passa por tras deste bairro problemático.

O que é certo é que as boas pessoas começam a ficar fartas de que as autoridades nada façam e vão saindo do bairro deixando isto a merce desses senhores que tanto ganham com o deixar andar.

Fiquem bem

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous mfx said...

Estive lá também não à muito tempo, e ao sair de um restaurante local deparei-me com um jovem a fumar crack.. todo lixado já, eu e mais 4 ou 5 gajos que estavam lá, nesse momento começaram logo as criticas, resultado... o jovem drogado foi empurrado pela rua abaixo.. sem sítio pra acabar a sua dose, rejeitado pelos próprios vizinhos da própria idade, alguns bastantes conhecidos... Vira-se um e disse "esta gajo não sabe o que faz, mora aqui a tanto tempo e ainda não aprendeu a ter cuidado... nem sem se quer se importou com as crianças".

Epah... chamar a um gajo que fuma charros drogado é chamar drogado a mais de metade dos nossos conhecidos, isso há em todo o lado, dentro e fora da cova da moura.

O que vi ali foi um género de organização e respeito pelos outros que não vejo em muito lado, evitam crimes e drogas (drogas, refiro-me a drogas MESMO)... mas é claro que nem tudo se consegue evitar neste mundo... trabalhase a policia tão bem

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous carlos said...

Grande comentário do Sr. Nuno Alves. De uma coragem impressionante. É sabido há já muitos anos que em muitos casos a polícia tem directamente a ver com as drogas; por vezes há excepções. Basta ver como é que ela entra nas prisões.

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous alexandre said...

Não moro na Cova da Moura, mas moro na Buraca e dia para dia os drogados e os assaltantes crescem a olhos visto, a partir das 21 começa a ser complicado sair à rua, pois nunca se sabe se não nos vai acontecer algo ou não, não à dia nenhum que não apareça um carro arrombado ou algo vandalizado, porque esta gente nunca está bem, só sabe é destruir e vandalizar, e depois têm direito a casas novas e apoios do estado, uma pessoa trabalhadora quer comprar uma casa, vai ao banco e voltamos para trás com as mão a abanar. Por isso não venham dizer que é um excelente Bairro com má fama, porque de excelente bairro não tem nada excepto algumas pessoas que moram lá, mas isso é como em todo o lado.

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous josé said...

Mais uns armados em Madre Teresa de Calcutá, não sabe mesmo o que dizem, não tem sequer uma ideia, mas convido-os a passar por aquele e muitos bairros em redor de Lisboa, vivam junto deles, os vossos filhos deixai que cresçam, frequentem as mesmas escolas, façam-no depois então comentai, são todos iguais, defensores, mas moram longe, não andam nos transportes públicos, tem os filhos em colégios privados, não sabem nada de nada, da realidade se calhar até tem uma empregada de côr, com um mísero ordenado, mas são hepócritas, não é isso que dizeis que se passa neste e noutros Bairros, oxalá nunca levem para lá um carro vosso, porque a Polícia para ir lá tem que se armar até aos dentes para a recuperar, porque será?

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Era muito melhor que estas "jornalistas" fossem ao talho comprar morcelas em vez de irem á Cova da Moura.

Não lhes davam tanta fantasia.

A verdade é que o país era muito melhor se aquela merda (e outras que tais) desaparecesse e os moradores recambiados a origem!!!

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Est blog tem cá uns leitores...
Pois eu não moro na Cova da Moura nem na Buraca ou na Brandoa, mas sim na Quinta da Marinha, e sinto-me muito feliz por isso.
Livra!!!

sábado, fevereiro 03, 2007  
Anonymous MR said...

Boas noites....
E trabalho para uma marca bastante conhecida, que fornece produtos em mts locais entre eles a "Cova". Quando comecei nesta "vida" fui colocado mesmo na "Cova", local mal afamado, inicialmente e claro como qualquer observador dos media, muito mal informado ou melhor a nossa counicação social só fala mal pelas audiencias, estava acagaçado por ter de ir trabalhar dentro deste bairro, no entanto com o dia a dia dentro da Cova, fui conhecendo algumas pessoas, entre elas e quem conhece o bairro, a querida "ti Mena e o Ti Imidio" que têm sempre uma palavra amiga!!!! mas é claro que como toda a regra existe sempre a excepção, neste momento ando dentro deste bairro não 100% a vontade porque la está existe a excepção mas com vontade de conviver com algumas das suas gentes que felizmente têm a alegria e a vontade de bem receber as pessoas.... e prefasiando outro amigo da "Cova" "Não tenha medo de trabalhar aqui, tambem existe muita gente boa".....
Para muitos o bairro mal afamado e em parte com razão tb tem mesmo gente de bem, a todos faço o convite, passem por lá e vejam as coisas boas casos como o muinho da juventude, que tanto faz pela criançada e jovens do bairro....
Eu vou continuar por lá, mesmo quando não trabalhar directamente lá dentro...
porque quando são amigos não fingem.....
Abraço

quarta-feira, março 04, 2009  

Enviar um comentário

<< Home

Divulgue o seu blog!