terça-feira, janeiro 31, 2006

Os simples do sítio e um texto ridículo para o escol


Um episódio trouxe alguma alegria aos simples deste sítio.
A Natureza premiou-os com um espectáculo que só os mais velhos recordam.
Nevou em locais onde seria impensável.
A neve, uma coisa tão simples, apesar do frio, trouxe um olhar de felicidade e um sorriso aos rostos normalmente taciturnos dos Portugueses.
Veio do norte da Europa, mas não foi sob a forma de subsídio e não foi necessário ser subserviente. Aconteceu sem pedir…
Por vezes as coisas acontecem de forma simples e a neve veio ter com alguns Portugueses e durante breves instantes sentiram-se cidadãos de uma coisa de que jamais virão a sê-lo de forma inteira.
Porque para sê-lo de forma inteira é necessário que os humanos que mandam, sejam primeiro pelo país e pelos cidadãos do mesmo e depois, que deixem as coisas acontecer, naturalmente, como a neve que caiu há dias.

Até amanhã.

Transição de poderes.

"Duas horas e meia para iniciar a transição pacífica. Jorge Sampaio e Cavaco Silva estiveram reunidos ontem de manhã no Palácio de Belém, formalizando o início da transição de poderes que ambos os protagonistas desejam que venha a ser um processo tranquilo. "

Deve custar muito à comunicação social ver a sua invenção de notícia não ter sucesso. Em democracia, a transição de poderes é pacífica.

Aproveitamento.

"A GNR de Penafiel anunciou hoje a detenção, em flagrante delito, de um homem que se fazia passar por um agente da Brigada de Trânsito (BT) e exigia dinheiro aos condutores que não quisessem ser "autuados"."

Com a falta de efectivos policiais porque não aproveitar a experiência deste homem? Só não podia era ser colocado na divisão de trânsito.

Segurança social.

"Portugueses à espera do Estado na hora da reforma. Estudo revela que grande parte não se prepara economicamente."

Metro de 30 de Janeiro

Se os portugueses descontam para a Segurança Social, é natural que esperem que o Estado devolva esse dinheiro na sua reforma. De qualquer forma, como podem os portugueses, com baixos salários e alto custo de vida, fazer poupanças?

A verdade é que o actual sistema está falido e carecido e políticas de correcção. Por mais que isso custe ao populista Carvalho da Silva aceitar.

Chirac versus Merkel.

"O presidente francês, Jacques Chirac, alertou que a França pode recorrer a armas nucleares contra qualquer Estado que ameace o país, os seus aliados ou interesses no estrangeiro."
Há muito que a França traçou como objectivo da sua política externa voltar a dominar a europa. Para isso é obrigada a manter uma superioridade em relação à Alemanha. Efectivamente a mudança da política externa alemã imposta pela nova Chanceler Ângela Merkel de aproximação a Washington, acabou com a anterior política de dependência da Alemanha à França defendida por Schröeder. Fragilizado internamente com os recentes acontecimentos e correndo o risco de acabar isolado na cena política internacional, Chirac joga agora a sua sobrevivência política. Para isso foi forçado a mudar a sua estratégia política, tornando-se novamente aliado de Washington na guerra contra o terrorismo. Isso explica a "inoportunidade" das declarações de Chirac em vésperas da visita de Merkel a Paris e a desproporcionalidade dos meios a serem utilizados pela França na dissuasão nuclear ao Irão.

Só que este unilateralismo francês, destinado a evitar a liderança alemã na Europa, fragiliza a política europeia de segurança e defesa.

Maomé e Montanha.

"O treinador de futebol José Mourinho recebeu hoje a insígnia de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, em Londres, uma distinção que considerou "o prémio mais bonito e mais importante" da sua carreira.

A condecoração tinha sido atribuída prelo Presidente da Republica, Jorge Sampaio, no dia 10 de Junho, mas nessa altura o treinador do campeão inglês Chelsea não esteve em Portugal para recebê-la, razão pela qual a entrega só se realizou hoje, pela mão do embaixador de Portugal em Londres.
"

Público

"Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé." Não é para todos ...

Sempre os mesmos.

"Um indivíduo, pertencente à comunidade cigana, disparou, ontem, contra um idoso, de 70 anos, instantes depois de se ter introduzido na sua residência e ter revistado as gavetas existentes no quarto. A vítima não foi atingida e, aparentemente, nada foi roubado.Segundo a GNR, o incidente ocorreu pelas 12.30 horas, na localidade de Branca, em Coruche. O homem, que ainda não foi identificado, fazia-se acompanhar de várias mulheres que andavam a pedir na via pública. Entre as 23 horas de anteontem e as 2 de ontem, outros seis indivíduos da mesma comunidade foram detidos, no concelho."

Violação segredo de justiça.

"Dos cerca de 60 jornalistas que têm processos na justiça por vários artigos, publicados em 2003, sobre o processo "Casa Pia", 19 já sabem que não vão a julgamento. A juíza Isabel Sesifredo, do Tribunal de Instrução Criminal, decidiu não levar a julgamento os jornalistas do Diário de Notícias, 24 Horas e Correio da Manhã, acusados de violação do segredo de justiça"

Para que querem investigar a violação do segredo de justiça se a maioria dos violadores são absolvidos em nome da liberdade informativa?

Casa Pia

"A forma como o processo "Casa Pia" tem vindo a decorrer levou, ontem, o criminalista Barra da Costa a considerá-lo "um processo de mentira", durante um debate sobre crimes sexuais, que decorreu em Coimbra. Após várias sessões de julgamento, concretizou o especialista, ao JN, "chegamos à conclusão que os factos que deveriam ter sido apurados não foram devidamente investigados", ou que "deveriam ter sido feitas buscas que não foram realizadas".

A questão foi abordada num simpósio organizado pela Associação Central de Psicologia, na sequência de uma pergunta (a propósito desse caso) sobre se as crianças mentem. Barra da Costa não tem dúvidas "Claro que as crianças mentem e os adultos que dizem que isso não acontece estão a mentir", apesar de considerar que, se uma criança for interrogada de "forma competente", o seu depoimento não é menos digno que o de um adulto. "


Foi pena o Bibi ter confessado. Assim resulta que ele levada as crianças para ser abusadas por “ninguém”. Quanto às crianças mentirem, isso já se sabe que é verdade. Mas quem mente mais? As crianças ou os adultos?

Já agora. Também as perícias médicas que comprovaram a violação das crianças são mentira?

"Para Barra da Costa o problema com o processo "Casa Pia" resulta de "uma confusão entre investigação criminal", que deveria ser "metódica e científica", e "protagonismo". Ao longo de todo o processo, "houve pessoas que quiseram ganhar protagonismo, acabando por se esquecer que a mentira tem a perna curta". O que "acaba por ressaltar no fim do processo são mais os aspectos marginais e a personalidade dos envolvidos do que a verdade dos factos".

Aqui só não se percebe o protagonismo do Bibi. Aceita ser preso só para aparecer na televisão e ser conhecido? Se calhar não é bem assim.

Treino de tiro.

"O dirigente da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP), Paulo Rodrigues, disse ontem ao CM que faltam aos polícias treino de tiro e formação para manusear as diversas armas ao serviço da PSP."

Treino de tiro para quê? A polícia está impedida de disparar contra as vítimas da sociedade. Nem mesmo em legítima defesa.

segunda-feira, janeiro 30, 2006

Até amanhã.

Exterminador 4

"É ucraniano e perito em artes marciais. Pesa 100 quilos e mede 1,90 m. Aos 26 anos, já matou um homem a murro e cumpre pena por homicídio. No sábado, saiu em licença precária da cadeia do Linhó, Sintra –, mas, horas depois, já causava distúrbios dentro de um supermercado, em Chelas, Lisboa. Levado à esquadra, investiu contra três agentes, roubou a pistola a um subchefe da PSP e premiu o gatilho várias vezes. Só não matou três polícias porque a arma não tinha munição na câmara. A saída era de 48 horas, mas, ao final da primeira tarde, já estava “farto de causar distúrbios."

CM

Há quem diga que somos o caixote do lixo da europa. Tal não é verdade. Estamos em condições de informar o grande público que se trata das filmagens do novo filme "Exterminador 4". Como o Arnold foi promovido a governador, contratou-se este rapazinho simpático. Agora é só esperar a sua estreia num supermercado perto de si, depois de mais uma saída precária da colónia de férias do Linhó.

Oposição

"Críticas à estratégia eleitoral do PSD e à forma demasiado discreta de os sociais-democratas fazerem oposição ao PS marcaram a ruptura entre Pedro Passos Coelho e Marques, consumada este fim-de-semana. Passos Coelho poderá ser substituído, como vice-presidente do partido, por José Pedro Aguiar Branco, que foi ministro da Justiça no efémero Governo de Santana Lopes. Mas nem assim a crise ficará estancada. Agora é Vasco Rato quem vem defender "uma oposição mais robusta" ao Executivo socialista, entre apelos ao reforço do debate interno. "É necessário discutirmos qual deve ser hoje o papel do PSD na sociedade portuguesa", disse ao DN este membro da Comissão Política."
Não é fácil um partido de direito fazer oposição a um governo de esquerda mas com políticas de direita. Depois o PSD não consegue desfazer-se da parte PPD/PSD ...

Ironia.

"Os raptores de quatro pacifistas cristãos ameaçaram ontem executá-los, caso não sejam libertados todos os iraquianos detidos nas prisões do país e pelas forças dos Estados Unidos. Kember, de 74 anos, Fox, de 54, Loney, de 41, e Sooden, de 32, foram raptados em Bagdad, a 26 de Novembro; os quatro participavam "numa missão de solidariedade" da ONG canadiana Christian Peacemaker Teams, e definem-se como pacifistas. Esta organização actua no Iraque desde 2002 e dedicou-se, após a queda do regime de Saddam, a investigar violações dos direitos humanos nas prisões daquele país."

DN
Há situações com uma certa ironia. Esta é uma delas. Os moços que foram investigar as violações dos direitos humanos conseguiram encontrar um verdadeiro caso. Se escaparem com vida, não vão divulgar o caso porque não há americanos envolvidos. É pena.

Festival.

"Depois de uma curta perseguição, a GNR de Chaves e a de Valpaços detiveram, ao final de tarde de anteontem, cinco elementos de uma família de imigrantes romenos, que, algum tempo antes, terão assaltado duas residências em Ribeira de Oura (Chaves)."

Esperamos que a GNR lhes tenha dado tempo para preencher o IRS e descontado para a segurança social.

"Um casal de namorados voltou a estar na mira de um grupo de assaltantes armados. Foi durante a madrugada de anteontem, na freguesia de Argivai, na Póvoa de Varzim, e as vítimas ficaram sem telemóveis e todo o dinheiro que possuíam."

Antigamente podia-se namorar à vontade. Agora com a criminalidade quase extinta ...

"Um homem, de 27 anos, foi alvejado, ontem, com um tiro, junto à discoteca Kremlin, nas Escadinhas da Praia, em Lisboa, informou o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP. A vítima está internada no hospital de S. José, mas não corre risco de vida. A Polícia Judiciária, que foi chamada por se tratar de um crime com arma de fogo, levou as cassetes de videovigilância das câmaras da discoteca."

Antigamente ia-se à discoteca para dançar e engatar gajas. Hoje vai-se à discoteca para ouvir música barulhenta e levar um tiro. Felizemente que há seguranças zelosos à porta, para impedir a entrada de maus clientes como nós, cobrando entradas avultadas. O que muito agradecemos.

País de sonho.

"Viveram-se momentos de terror, ao início da madrugada de ontem, quando um grupo de cinco indivíduos armados se envolveu num assalto frustrado ao Intermarche da Freguesia de Santa Maria de Lamas, Santa Maria da Feira, obrigando a um cerco policial às instalações. "

JN

Portugal é um país de sonho. Um cidadão está às compras numa grande superfície e entra um gang aos tiros. Nem no Brasil é tão divertido.

Jovens empresários

"As denúncias chegaram ao conhecimento da PSP local e, a culminar uma operação de 15 dias encetada pela secção de Investigação Criminal daquela polícia, os dois homens, de 33 e 36 anos, foram ontem detidos, tendo sido apreendidas mais de quatro mil doses de haxixe. Crianças de 12 e 13 anos de idade, que frequentam um estabelecimento escolar em Mirandela, eram, preferencialmente, os clientes de dois alegado traficantes de droga."

CM
Esperamos que os juízes tenham em conta a idade das crianças na atribuição da indemnização que o Estado vai ter de pagar a esses dois "jovens empresários".

domingo, janeiro 29, 2006

Ghost Reveries.


Stockholm's most unpredictable metallic sons Opeth have offered another step on their dark journey into the Maelstrom that combines progressive sonics, and acoustic and electric instrumentation, all the while extrapolating on their now-trademark brand of death metal. Stepping aside from the malevolent acoustic elegance of 2003's Damnation without abandoning the textural advances, Ghost Reveries is a tour de force of creativity, power, and innovation. Alternately melodic and brutal, the album takes the band's progressive acumen to a new level while never abandoning the crunch.

More here.

Neva.

Cai neve em plena cidade de Lisboa, nos concelhos de Alenquer, Amadora, Azambuja, Cadaval, Torres Vedras, Vila Franca de Xira, Mafra, Loures, Lourinhã e Sintra. Até chegou mesmo ao Algarve registando-se uma queda significativa na zona da Fóia, na serra de Monchique.

Educação.

"A ministra da Educação defendeu hoje que as escolas públicas do primeiro e segundo ciclos devem abrir-se à sociedade civil e permitir a realização de actividades que ocupem os alunos nos seus tempos livres.

"As crianças a partir das três da tarde têm de continuar a ser da responsabilidade da escola, mesmo que sejam outras instituições" a dar-lhes o "enquadramento curricular", através de parcerias público- privadas, defendeu a ministra, Maria de Lurdes Rodrigues
. "

PD

Transformar as escolas em prisões só vai contribuir para aumentar o insucesso escolar. As crianças também precisam de ser livres e ter tempo para brincar com os amigos. Depois queixam-se que aparecem rapazes com certas ideias. Como estas aqui.

Se a ministra se preocupasse em ensinar cidadania às crianças prestaria um melhor serviço ao país.

Nevou na luz.

O significado da vitória de Cavaco Silva

Sobre a eleição de Cavaco, "importa reconhecer que o eleitorado ultrapassou a fase em que se motivava mais por razões ideológicas, e de grandes ideias-força, orientadas pelos valores clássicos de esquerda e de direita, dominantes no imediato pós-25 de Abril. O sistema democrático amadureceu e está estabilizado. As pessoas já não se deixam guiar por clichés ideológicos ou por etiquetas classificatórias. A escolha de alguém que, na linha imaginária um pouco arbitrária e simplificadora "esquerda-direita", se situa no espectro político do espaço ora do centro-direita, ora do centro-esquerda, consoante os problemas, quer dizer que é esse o eleitorado que decide quem ganha e quem perde as eleições."

Mais aqui.

Papão.

"Local emblemático de lutas políticas pós-25 de Abril, a Alameda D. Afonso Henriques, em Lisboa, foi o local escolhido pelo Partido Nacional Renovador (PNR) para lembrar "os pelo menos 361 portugueses" que nos últimos 10 anos "foram assassinados com requintes de racismo" na África do Sul. No relvado fronteiro à Fonte Luminosa, foram colocadas 361 cruzes brancas, que os cerca de 150 manifestantes pretenderam lembrassem aqueles portugeses esquecidos por "sucessivos governos e presidentes".José Pinto Coelho, líder daquele partido que não esconde pertencer à família ideológica da extrema-direita, aproveitou a oportunidade para criticar Jorge Sampaio com especial intensidade. O PR, disse, "preocupa-se mais em ir à Cova da Moura prestar homenagem aos marginais" do que a dar atenção à situação dos portugueses que vivem na África do Sul (a Cova da Moura é um bairro quase exclusivamente habitado por imigrantes das ex-colónias portuguesas). "
Isso é verdade. Enquanto aos imigrantes lhes é oferecido casa à conta dos contribuintes portugueses, os nossos emigrantes assassinados são propositadamente esquecidos. E não é preciso ser de extrema-direita para não aceitar essa situação de ânimo leve. Efectivamente quando algumas pessoas incomodam com certos tabus prejudiciais, solta-se o papão do fascismo. Viu-se agora nas presidenciais. Mas o tempo dos papões já passou.

Negócios.

"O problema está, como sempre, nas letras pequeninas. Que ninguém vê, mas devia ver. Descarregar para o telemóvel, por dois euros, um toque do Crazy Frog a gritar "dginginging..." é subscrever automaticamente um contrato renovado semanalmente se não for cancelado. O que transforma os dois euros - ou três ou quatro quando se trata de jogos ou meninas pouco vestidas - em renda semanal. Somando vários descarregamentos de fornecedores de conteúdo diferentes, a conta do telemóvel resulta num inferno."

sábado, janeiro 28, 2006

Deputados e escutas.

"O deputado Duarte Lima defendeu anteontem o fim das escutas telefónicas para todos os crimes que não os de terrorismo, droga e sangue. Quer ainda alterações na composição dos Conselhos Superiores que vão no sentido de uma maior politização. A sua intervenção foi aplaudida por todas as bancadas parlamentares, com excepção da do PCP, recebeu os "parabéns" da bloquista Ana Drago e elogios à sua "eloquência", "sapiência" e "coragem" do deputado do PS Ricardo Rodrigues.

Os deputados são eleitos para defender ideias de organização do Estado e do País, seja pelas opiniões ou pelas leis. Duarte Lima cumpriu, por isso, o seu papel. O que é lamentável é que as suas opiniões tenham suscitado tamanho coro de aplausos. É completamente irresponsável, para não dizer pior, que deputados do PS, PSD, CDS e BE tenham aplaudido uma intervenção que exclui do catálogo de escutas crimes como a corrupção, branqueamento de capitais, tráfico de influências e peculato. Não se compreende como é que deputados de partidos que estão ou estiveram no poder podem defender políticas contra a criminalidade económico--financeira subtraindo ao Estado um instrumento essencial para a combater.

É vergonhoso que o Parlamento aplauda a afirmação de interesses particulares sobre o interesse geral. O caso do BE é mesmo patético porque, se Fernando Rosas e Ana Drago concordam com Lima, reduzem a cinzas tudo o que Francisco Louçã tem dito sobre os grandes interesses da criminalidade económica.

Não se deve escamotear os problemas da justiça. Há escutas a mais, as magistraturas não cumprem muitas vezes o seu papel, há investigações sem sentido, reputações destruídas, há um défice de fiscalização, opacidade excessiva. Tudo isso é certo, mas não se muda com um assalto ao sistema judiciário por interesses privados.

Os problemas da justiça devem ser encarados na perspectiva do aperfeiçoamento do sistema judiciário e não na da sua destruição, arrastando a separação de poderes e desferindo uma machadada no Estado de direito. O problema não são as opiniões de Duarte Lima, mas a tentação dos partidos em aceitá-las. O mesmo vale para a tentação das magistraturas em permanecerem barricadas, não aceitando dar um passo que trave a actual escalada de conflito e outro no sentido de encarar os seus próprios erros. Uns e outros são responsáveis pela procura da frescura inicial da democracia recuperando palavras como responsabilidade, erro, regra, imparcialidade, igualdade.
"

DN

Hamas.

"O chefe do Hamas no exílio, Khaled Mechaal, disse hoje estar confiante que o seu movimento islâmico radical obterá tanto êxito na via política e reformista, como o que alcançou na resistência à ocupação israelita. "Os que apostam no nosso fracasso enganam-se. Tivemos êxito na resistência e vamos ter êxito na política, nas reformas e na mudança", declarou Mechaal numa conferência de imprensa em Damasco. "

"É certo que a derrota da Fatah resulta em parte da corrupção dos dirigentes, mas é principalmente fruto da armadilha montada aos palestinianos pela comunidade internacional, obrigando-os a cedências dolorosas a troco do nada que hoje têm. A vitória do Hamas revela que os palestinianos perceberam o logro em que a Fatah caiu e é por isso duplamente patético o apelo que a comunidade internacional agora faz ao Hamas para reconhecer Israel e abandonar a violência.

Primeiro, porque é o mesmo que fez para desacreditar a Fatah, segundo, porque todos sabem que o Hamas foi no início tolerado por Israel para servir de contrapoder à Fatah e que o seu líder espiritual, o tetraplégico xeque Ahmed Yassin, foi morto quando já aceitava um Estado palestiniano na Margem Ocidental e em Gaza.

O problema da comunidade internacional continua pois a não ser o do fim da violência, nem o reconhecimento de Israel, mas o da recusa da existência dum Estado palestiniano independente e o resultado das acções de descrédito que a comunidade internacional tomou contra a Fatah e a OLP e que conduziram à vitória do Hamas pode ser, à sua escala, o mesmo da invasão do Iraque, a criação dum estado islâmico, fundamentalista e inimigo. Já agora, legitimado nas urnas."

Mais aqui.

Novo IRS.

"A entrega da declaração de IRS vai deixar de ser obrigatória até 2006, revelou o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Amaral Tomaz. A declaração passará a ser preenchida pela própria administração fiscal, conforme acontece noutros países. O contribuinte irá receber a sua declaração via-internet, já preenchida, e, depois de confirmar a declaração, deve apenas aceitar ou não a sua declaração de impostos. Esta medida faz parte de um conjunto de procedimentos de simplificação administrativa para o cidadão, que está anunciada para Março."

Como diz o Rui "Ainda assumo que seja possível o fisco saber os nossos rendimentos, mas como é que vai saber as nossas despesas dedutíveis?

Vão assumir? E o que é que vão assumir? Provavelmente que não há despesas ou que são uma fracção do que na realidade foram.

E sabendo a flexibilidade das repartições de finanças estou mesmo a ver as filas enormes para rebater as assumpções deles
"

Imigração.

"Dois homens, de 24 e 26 anos, de nacionalidade ucraniana e considerados altamente perigosos pelas autoridades policiais, foram detidos, anteontem, na Parede, concelho de Cascais, depois de terem sido perseguidos por uma patrulha da PSP desde o Bairro das Marianas, em Carcavelos, apurou o JN junto da Polícia.

Dois brasileiros tentaram ontem de manhã assaltar com ameaça de uma pistola de alarme e de uma faca uma carrinha de transporte de valores da Esegur, na Avenida 25 de Abril, em Linda-a-Velha, Oeiras. O segurança da carrinha, de 33 anos, resistiu aos assaltantes e foi esfaqueado na cabeça. Um funcionário, de 28 anos, de uma bomba de gasolina próxima tentou ajudar o segurança e acabou por também ser agredido a murro. Os brasileiros foram surpreendidos pela PSP, que evitou o assalto e conseguiu deter um dos ladrões, de 23 anos, e apreender as armas"
A tal imigração tão necessária ao desenvolvimento do país e para a manutenção da segurança social.

Para memória futura.

"O Ministério Público arquivou as queixas por difamação e denúncia caluniosa interpostas por Ferro Rodrigues contra duas testemunhas do processo de pedofilia da Casa Pia que referiram o nome do ex-líder do PS – ‘André’, o chamado braço-direito de Carlos Silvino, e ‘João A.’."

Escola segura.

"Confrontos entre dois grupos rivais à porta da Escola Secundária Garcia da Orta, no Porto, anteontem ao final da tarde, criaram um clima de insegurança entre os alunos. Ao que o CM apurou um “ajuste de contas” entre os alunos daquele estabelecimento de ensino e outros jovens da escola secundária Fontes Pereira de Melo terão estado na origem do tumulto."

sexta-feira, janeiro 27, 2006

Até amanhã.

Casa nova.

"Catarina olha para um espaço vazio onde sobram pedaços de parede mal construída, metades de uma banheira suja e algum ferro velho. «A minha casa era aqui», explica e regressa à tarefa que lhe absorve a revolta. «Estou a apanhar estes pedaços de ferro para vender, para comprar arroz e comer». A bebé que carrega às costas, a Marta, é nova demais para perceber que a barraca onde vivia acabou de ser demolida e que logo à noite a mãe não sabe onde esta família vai dormir. Catarina é cabo-verdiana. Chegou a Portugal há dois anos, deixando para trás a Ilha de Santiago e sete filhos. Hoje, o marido foi trabalhar e ela ficou para assistir a um triste espectáculo: a demolição da sua casa e da dos vizinhos. A família de Catarina é apenas uma de 74 famílias que estão a ser desalojadas. "

PD

"Porque cortaram a TV Cabo? Pago a mensalidade (ler aqui)” pergunta um jovem socialmente excluído morador no Bairro Azinhaga dos Besouros

Parece que os pedaços de ferro dão para comer, pagar a TV Cabo e aparecer na TV com uma consola de 50 contos.

Cadilhe.

"O ex-ministro das Finanças (Cadilhe) de Cavaco Silva defende a saída de 200 mil funcionários públicos através de rescisões amigáveis. Miguel Cadilhe defendeu, ainda, em entrevista à «TSF», a venda de reservas de ouro do Banco de Portugal para financiar a reforma da Administração Pública. "

Cadilhe ressuscitou. E traz "novidades". Despedimentos e venda das reservas de ouro. Enfim. "Inovações" económicas que permitem a ressuscitação mediática.

Elite política.

"Clara Ferreira Alves tem razão: a elite política deixou de ser constituída por gente de qualidades excepcionais, homens e mulheres de acção e de pensamento, ou, pelo menos, deixámos de pensar, ou exigir, que essa elite seja constituída por essa gente; e, assim, por cada Václav Havel ou Churchill um milhão de iletrados nos rodeiam."

Nuno Gaioso Ribeiro

Mais aqui.

Terá sido um bom dia?

A segunda volta.

"Na derrota, a arrogância dos espíritos elogia a tolerância. Elogia e parte desvairada em busca de culpados. E se os culpados pertencem à “família”, melhor – hinos e hossanas face aos “traidores”. E no lugar de todas as “traições”, Manuel Alegre brilha desfocado.Agora que o calvário Presidencial chegou ao fim, a Esquerda desfaz-se em lágrimas e protestos, rebenta de indignação, olha à sua volta, e só vê erros e pecados. Curiosamente, os maus instintos sobem à superfície, as recriminações voam sem sentido e alguns senhores zelosos vêm cobrar a hipoteca.

Confesso que não pretendo incomodar ninguém com prelecções de índole moralista. Mas o resultado das eleições para a Presidência da República revelam uma interessante realidade. Uma nova realidade que a Esquerda, entre a ilusão e a desilusão, pretende ignorar. Desde logo, a certeza de uma “democracia normal”. E “normal” porque não existem “instituições reservadas” ou imunes ao exercício da alternância democrática. Enquanto a democracia portuguesa inicia um novo ciclo, a Esquerda insiste no erro da nostalgia. Depois, e no tom irónico que tantas vezes anuncia a mudança dos tempos, a afirmação de Cavaco Silva como o mais bem sucedido líder que a Direita portuguesa conheceu em trinta anos de democracia. Austero, tímido, distante, reservado, a imagem familiar de um político improvável. Mas como recordava Edgar Morin, a história é apenas a confirmação do improvável
(ler aqui)."

Carlos Marques de Almeida

Ideias à Bloco de Esquerda.

"O Bloco de Esquerda (BE) propôs no Parlamento a criação de turmas bilingues, a partir do primeiro ciclo do Ensino Básico, para proporcionar aos filhos de imigrantes a possibilidade de aprenderem também na sua língua materna. Segundo o BE, este sistema promove nos jovens os valores da tolerância e da interculturalidade, combatendo igualmente o insucesso e abandono escolar dos alunos imigrantes. "A cultura e a língua materna dos imigrantes têm de estar presentes na vida pública, nomeadamente nas escolas. Só assim será possível que estas crianças sintam a escola como um espaço que também é delas, promovendo a interculturalidade e o sucesso escolar", refere o projecto-lei. "

JN

Ensinar às crianças a língua materna, língua essa que é diferente da oficial do país, facilita a integração? Se calhar é melhor mudar a língua oficial do país.

"O Bloco defende que estas turmas devem ter, no mínimo, 30% de estudantes portugueses, para evitar "a guetização dos alunos imigrantes" e ressalva que o sistema só deverá ser adoptado se houver adesão voluntária por parte das escolas e dos alunos."

Passam os estudantes portugueses a ser guetizados. Novamente o benefício das minorias em detrimento das maiorias.

Mudar a lei.

"A tipificação na lei de um "catálogo de crimes excepcional e minuciosamente controlado" que podem justificar escutas telefónicas, a clarificação da responsabilidade do Estado em casos de prisão preventiva injustificada e recados para magistrados e deputados. Foram estas, em síntese, as linhas fortes do último discurso de Jorge Sampaio, enquanto Presidente da República, na cerimónia de abertura do ano judicial que decorreu ontem."

Dizem as más línguas que, quando se aprovou a lei, não se pensou na hipótese de poderem ser escutados os membros da Assembleia, do Governo, dos Tribunais ou dos Municípios. Entre outros.

"O Presidente da República defendeu, ontem, que a criação de uma entidade exterior para controlar as escutas telefónicas "daria uma machadada fatal no sistema judiciário"

JN


Há coisas notórias. Essa é uma delas.

Para memória futura.

"Não chega ter juízes independentes. É preciso um MP que lhes possa levar, sem constrangimentos, tudo o que eles, juízes, devem julgar... com independência"

Souto Moura

Novas do Texas.

O suspeito de 20 anos, que esteve anteontem barricado durante quatro horas na antiga fábrica da Messa, em Mem Martins, Sintra, já tinha sido detido duas vezes, por suspeita de assaltos à mão armada. Presente ao Tribunal de Cascais, saiu sempre em liberdade (ler aqui).

Cenas de tiroteio no Porto (ler aqui).

Dois homens armados, um dos quais encapuzado, assaltaram ao final da tarde de hoje uma ourivesaria na avenida Américo Ferreira Lopes, em Massamá (ler aqui).

A PSP de Almada deteve ontem dois homens, após uma perseguição automóvel que começou junto ao Cemitério do Feijó, onde os suspeitos furtaram diverso material de construção, e terminou numa rua do centro de Almada, quando os dois gatunos entraram numa rua em sentido contrário, chocando frontalmente com outra viatura (ler aqui).

Quatro rusgas em simultâneo, em igual número de concelhos do distrito de Bragança resultaram na detenção de 12 pessoas de etnia cigana conotadas com o tráfico de droga. Foi apreendida heroína, cocaína, armas, munições, ouro, dinheiro, telemóveis, máquinas fotográficas e dez viaturas (ler aqui)

Uma jovem de 20 anos foi assassinada à pancada e abandonada numa rua de Vilarinho, em Coimbra, onde foi encontrada pelas 07h25 de ontem, pelos Bombeiros Voluntários de Brasfemes (BVB) (ler aqui)

Veículo despistou-se a alta velocidade junto à praia do Clube Naval Os outros ocupantes da viatura fugiram, abandonando a vítima mortal (ler aqui).

Elementos da Divisão de Investigação Criminal da PSP do Porto detiveram, anteontem, dois perigosos assaltantes, suspeitos de integrarem o denominado "Gangue do Cruz", responsável por dezenas de roubos e furto na área do Grande Porto e noutras localidades do Norte do país (ler aqui).

A Polícia deteve, anteontem, pelas 16.45 horas, na estação do metro da Lapa, no Porto, dois homens, de 17 e 18 anos, desempregados e ambos residentes em Monção, que haviam assaltado uma mulher (ler aqui).

Trata-se de mais algumas situações pontuais diárias.

quinta-feira, janeiro 26, 2006

Até amanhã.

Festa vermelha.

O povo de esquerda autêntica português envia ao Partido Hamas calorosas felicitações pelos resultados alcançados nas legislativas palestinianas salientando que a opção do povo, apesar das poderosas pressões imperialistas da União Europeia e dos Estados Unidos, constitui um importante incentivo à luta por uma Palestina livre e plenamente soberana, onde os direitos humanos e as liberdades fundamentais possam ser plenamente realizados, nomeadamente a liberdade de reprimir mulheres, abusar psicologica e fisicamente de crianças e matar israelitas.



Do Ninno.

Consciência.

"Marcelo Rebelo de Sousa aconselhou Manuel Alegre a aproveitar a "janela de oportunidades" aberta nas presidenciais para se tornar a "consciência crítica" no PS."
Sócrates não se terá já antecipado?

Subsídios a mais.

"A presidente da Câmara de Vila de Rei, Irene Barata, quer fixar no concelho, até 2008, cerca de 250 brasileiros, oriundos de Maringá. A notícia alertou os inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), que garantem estar atentos ao desenrolar da situação e vão lembrando que a lei é para todos cumprirem."

JN


Com a elevada taxa de desemprego existente em Portugal, como se explica o recurso a imigrantes? Simples. Subsídios a fomentarem muito ócio.

Terá valido o dia?

Texas.

"Um assaltante foi morto a tiro por um militar da GNR de Sintra e outro esteve barricado durante quatro horas, ontem, na sequência de uma louca perseguição que se estendeu por cerca de 40 quilómetros, entre a Ericeira e Mem Martins, nos arredores de Lisboa. A vítima integrava um grupo de três assaltantes, todos na casa dos de 20 anos, que, durante a madrugada e manhã, assaltou estabelecimentos comerciais de Oeiras e de Sintra e residências na zona da Ericeira.

Os suspeitos foram localizados pela GNR, depois do assalto a quatro residências de férias e de fim-de-semana na zona de Barril de Cima, Ericeira. Aqui, o carro dos suspeitos, um Honda furtado em Tires, foi localizado e perseguido. Os fugitivos aceleraram em direcção ao concelho de Sintra. A perseguição intensificou-se a partir da Terrugem. Pelo caminho, os suspeitos abalroaram dois carros da GNR e bateram em alguns carros civis. A Guarda, ontem ao final do dia, ainda não sabia avaliar o número exacto de pequenos acidentes
.
Os três homens abandonaram o carro – e tentaram fugir a pé. Só um conseguiu fazê-lo. Os outros dois correram, de arma em punho, em direcção à antiga fábrica da ‘Messa’, hoje utilizada pela Câmara de Sintra como parque de automóveis rebocados. Um dos fugitivos foi morto. “Não foi atingido numa zona letal, mas a munição, de calibre 7.65 mm, perfurante, atravessou-lhe o tórax”, disse ao CM fonte policial. A vítima tinha duas armas de fogo, que foram apreendidas pela PJ."

CM
Uma boa altura para aparecerem os habituais defensores das minorias. Aqueles que nunca se prenunciam quando um cidadão que paga impostos ou um agente da autoridade é assassinado.

Souto Mora.

"Souto Moura mostrou estar atento aos que o criticam, como "um certo político conceituado [Jorge Coelho] que afirmou que existiam 40 mil escutas em Portugal". São apenas oito mil, corrigiu. Ou como "um comentador conhecido [Marcelo Rebelo de Sousa]", que afirmou saírem as fugas ao segredo de justiça, nos casos das escutas, da Procuradoria "A Procuradoria não tem processos consigo", rectificou Souto Moura. Que considerou existir "um desequilíbrio nas censuras" que se fazem acerca das escutas publicadas na comunicação social, que recaem mais sobre o MP do que sobre os media. E defendeu que o segredo de justiça abranja de forma clara os jornalistas e responsabilize os proprietários de meios de comunicação social."

DN

Amadora a ferro e fogo

"Cova da Moura, Santa Filomena, 6 de Maio. Estes são nomes de bairros que aterrorizam quem vive ou trabalha na zona da Amadora. A criminalidade no concelho da Amadora está a tomar proporções alarmantes. Bairros como os da Cova da Moura, 6 de Maio e Santa Filomena albergam criminosos às centenas que aterrorizam a população com assaltos, por vezes praticados com violência e até com o assassinato das vítimas.
As zonas circundantes aos bairros estão a saque. São assaltos à mão armada em estabelecimentos comerciais, são telemóveis e outros artigos pessoais levados por jovens que desaparecem nas ruas afuniladas dos bairros, são carros roubados para a realização de outros crimes ou apenas por diversão e são pessoas assassinadas por meia dúzia de tostões. As vítimas são indiferenciadas – comerciantes, transeuntes e automobilistas, ninguém está a salvo.

É de salientar que dos quatro agentes da PSP assassinados em 2005, três foram na Amadora. A escalada da criminalidade no concelho tem sido de tal forma grande que o presidente da autarquia, Joaquim Raposo, reclama a tomada de medidas para se combater este flagelo.

O Bairro da Cova da Moura é o que mais títulos tem proporcionado à Imprensa. No entanto, o Bairro de Santa Filomena está a tornar-se num rival à altura ao nível da criminalidade. José Freire, de 46 anos, teve há cerca de seis meses uma visita inesperada de cinco filhos do bairro. Este pedreiro de raça africana conta que estava a dormir quando cinco homens encapuzados, armados com pistolas e caçadeiras, entraram em sua casa. “Acordaram-me e ameaçaram-me com as armas. Depois roubaram-me o dinheiro, o telemóvel e a aparelhagem. Não lhes vi as caras mas acho que fui assaltado por putos que criei aqui.”

Uma senhora de raça negra, que preferiu manter o anonimato, disse que a sua casa nunca foi assaltada, mas que tem havido muitos assaltos no bairro. “Eles tiram as telhas e entram nas casas pelo telhado. Temos medo porque não é só um grupo, são muitos grupos, são muitos e à noite aparecem com carros roubados a fazer ‘rali’ nas ruas do bairro. Fazem muito barulho e vão contra as paredes das casas”, diz aquela moradora de 54 anos.

No Bairro de Santa Filomena e zona circundante respira-se um ambiente de medo por parte dos moradores e comerciantes. Medo de se ser assaltado e medo de falar, pois as represálias são frequentes.

A Avenida General Humberto Delgado é um dos locais privilegiados para a prática de delitos dos jovens daquele bairro. Por sorte os comerciantes daquela via têm sido poupados, já que os meliantes preferem roubar as pessoas que passam na rua, em geral por esticão. O mesmo não acontece junto ao bairro da Cova da Moura, onde praticamente todos os estabelecimentos comerciais foram assaltados.

No Bairro do Alto da Damaia, José Cunha, de 52 anos, assiste diariamente a assaltos praticados junto à sua oficina. “Roubam as pessoas na rua, mas também furtam muitos carros”.

SETE LADRÕES ROUBARAM CRIANÇA

A Papelaria Catiel, situada em frente ao Bairro da Cova da Moura, foi alvo de um assalto caricato. Na última sexta-feira de 2005, pelas 18h45, sete indivíduos encapuzados tentaram roubar o estabelecimento. “Três entraram cá dentro e quatro ficaram à porta. Um deles apontou uma arma à minha mulher e disse: ‘Isto é um assalto’. A minha mulher reagiu e deu-lhe com insecticida nos olhos”, conta o proprietário, Joaquim Antunes.

Desorientados, os meliantes fugiram arrancando uma nota de 20 euros da mão de uma criança que queria comprar gomas. Joaquim Antunes diz que na altura devia ter no local entre sete a oito mil euros só do Euromilhões.

ESTAÇÃO É 'MINA' PARA ASSALTANTES

A estação de comboios de Santa Cruz da Damaia está cercada por alguns dos piores bairros do concelho, como a Cova da Moura, 6 de Maio, Estrela de África e a Estrada Militar do Alto da Damaia. A zona é uma verdadeira ‘mina’ para os ladrões. À saída dos comboios, nas paragens dos autocarros e um pouco por todas as ruas circundantes, roubam telemóveis, fios de ouro, malas de senhora, geralmente por esticão.

NOTAS

AGENTE IRENEU

A 17 de Fevereiro de 2005 o agente da PSP Ireneu Diniz foi morto a tiro na Cova da Moura. Luís Carlos Santos, suspeito do homicídio, foi detido a 1 de Abril

ASSASSINADOS

Os agentes da PSP Paulo Alves e António Abrantes foram assassinados na Avenida General Humberto Delgado a 20 de Março. Perto situa-se o Bairro de Santa Filomena

JUNTO ÀS NETAS

Dário Correia, de 70 anos, foi morto no dia 3 de Setembro de 2005, com três tiros, quando se encontrava com as suas duas netas. Roubaram-lhe um fio de ouro

MORTO À FACADA

A 4 de Outubro do ano passado, Carlos Pina, de 39 anos, foi morto à facada por dois assaltantes à porta do café onde trabalhava, na Cova da Moura

PRESIDENTE DA CÂMARA DEFENDE VIDEOVIGILÂNCIA

O reforço do policiamento e o recurso à videovigilância, principalmente junto às estações de comboios, são algumas das medidas que o presidente da Câmara Municipal da Amadora, Joaquim Raposo, reclama para a redução da criminalidade no concelho.

“A utilização da videovigilância é controversa porque implica a violação da privacidade como alguns defendem, mas acredito que a maioria da população é a favor, pois as pessoas querem é apanhar o comboio e não serem assaltadas”, salienta Joaquim Raposo.

Por outro lado, a Câmara Municipal tem criado programas destinados aos jovens com o objectivo de combater o insucesso e o abandono escolar. “As crianças dos 12 aos 15 anos são facilmente arrastadas para a criminalidade. Alguns abandonam a escola e queremos trazê-los de volta”, diz o presidente da edilidade.

Entretanto continua a operação de realojamento dos bairros degradados do concelho, no âmbito do Programa especial de Realojamento (PER). Há 6557 agregados familiares a necessitar de realojamento, espalhados por um total de 35 bairros. Até à data já foram resolvidas 4302 situações e 12 bairros foram completamente demolidos. Além disso, outros oito possuem apenas dez por cento ou menos da população inicial e serão em breve desactivados.

PAGOU DOCUMENTOS FURTADOS

António Aparício, de 56 anos, é há 22 anos proprietário do café O Aparício, estabelecimento situado junto ao Bairro da Cova da Moura e que já foi assaltado três vezes.

Recorda uma vez em que lhe levaram todos os documentos: “Na manhã seguinte ao assalto vieram ao café duas moças de cor e perguntei-lhes se tinham visto alguma coisa no bairro com a minha foto. Isto era umas dez e tal da manhã. Disse-lhes que só queria os documentos que não queria saber quem os tinha levado. Por volta das três da tarde apareceu um tipo de cor à frente do café, um pintas do gamanço que eu conheço pelo nome de ‘Lulu’, e trazia um miúdo branco com ele. Disse-me que o Marquito – o pequeno que trazia com ele – tinha encontrado o meu bilhete de identidade. Não perguntei nada e paguei para reaver o BI. Uns dias mais tarde apareceram com o cartão de contribuinte, depois com a carta de condução e assim fui comprando os meus documentos às prestações. Isto foi há seis anos e acabei por pagar 16 contos por tudo.


CM

quarta-feira, janeiro 25, 2006

24 de Janeiro de 1965


"We shall fight on the beaches. We shall fight on the landing grounds. We shall fight in the fields, and in the streets, we shall fight in the hills. We shall never surrender!"

Morre em Londres Winston Churchill. Churchill nasceu no Palácio de Blenheim, em Woodstock, no Oxfordshire, em 30 de Novembro de 1874. Era filho de Lord Randolph Churchill e da sua mulher americana Jennie Jerome. Após ter acabado o curso na Academia Militar de Sandhurst e ter servido como oficial subalterno, de 1895 a 1899, no regimento de Hussardos n.º 4, foi correspondente de guerra em Cuba, na Índia e na África do Sul. Durante a guerra dos Boers, de quem foi prisioneiro, protagonizou uma fuga que o tornou mundialmente conhecido, e de que relatou as peripécias no seu livro De Londres a Ladysmith. Churchill entrou para a política como Conservador, tendo sido eleito deputado em 1900, mas em 1904 rompeu com o Partido devido à política social dos Conservadores.

Aderiu ao Partido Liberal e em 1906, tendo sido eleito deputado, foi convidado para o Governo, ocupando primeiro o cargo de Sub-Secretário de Estado para as Colónias, mais tarde, em 1908, a pasta de Presidente da Junta de Comércio (Board of Trade).Após as eleições de 1910 foi transferido para o Ministério do Interior, e finalmente foi nomeado, em Outubro de 1911, Primeiro Lorde do Almirantado, onde impôs uma política de reforço e modernização da Marinha de Guerra britânica.

Pediu a demissão em plena Primeira Guerra Mundial, devido ao falhanço da expedição britânica aos Dardanelos, na Turquia, de que tinha sido o principal promotor. Alistou-se no exército, e comandou um batalhão do regimento «Royal Scots Fusiliers» na frente ocidental. Regressou ao Parlamento em 1916, regressando a funções governamentais no último ano de guerra, como ministro das munições.

Após o fim da Primeira Guerra Mundial, Churchill foi-se tornando cada vez mais conservador, continuando a participar activamente na política, como Ministro da Guerra (1919-1921) e Ministro das Colónias (1921-1922) em governos liberais. Em 1924 regressou ao Partido Conservador, sendo nomeado Ministro das Finanças (1924-1929) no governo conservador de Stanley Baldwin. Não participou em nenhum governo, de 1929 a 1939, mas continuou a ser eleito para o Parlamento, onde advertiu incessantemente do perigo que Hitler representava para a Paz.

Em 1939 foi nomeado novamente Primeiro Lorde do Almirantado, e em 1940, no dia em que a Alemanha começou a ofensiva a Ocidente, invadindo a Holanda, a Bélgica, o Luxemburgo e a França, foi nomeado Primeiro Ministro. Fez com que o seu país resistisse às derrotas dessa Primavera de 1940, e ao desaparecimento de todos os seus aliados ocidentais, da Noruega à França, e dirigiu-o durante a Batalha de Inglaterra. Finalmente, aliado à União Soviética, desde o primeiro momento da invasão alemã, em Junho de 1941, e com o apoio e depois a participação activa dos Estados Unidos na guerra, acabou por vencer Hitler.

Mesmo antes do fim da guerra, sofreu uma derrota espectacular nas eleições de 1945, sendo o seu governo substituído pelos trabalhistas de Atlee. Voltou ao poder em 1951, sendo primeiro-ministro até 1955, ano em que pediu a demissão, devido a problemas de saúde. Foi nomeado Prémio Nobel da Literatura em 1953, pelas sua obra mas sobretudo devido aos 6 volumes da sua obra mais famosa: The Second World War.

Portal da História.

A culpa é dos tresmalhados

Aprender a ouvir a Natureza.

Aprender no dia-a-dia a escutar, a ver, a ouvir os seus sinais é assim que aprendo com o meu Avô Toupeira.

Dizia o judeu filósofo de origem portuguesa Espinosa: “ Deus sive Natura”.

Escorraçado e banido do convívio dos seus através de um “cherem” ou excomunhão, por pôr em causa a existência da alma, não podia falar ou dirigir-se aos da sua comunidade, nem os mesmos se lhe podiam dirigir ou contactar de qualquer forma, era como se fosse um leproso na idade média.

Não discuto aqui se teria razão. E se a tivesse, as conclusões e consequências desta forma de pensar transformariam o homem num animal igual a qualquer outro, coisa que muitas vezes reconheço que é mal que alastra, entendendo e ressalvando os outros animais, que afinal sabem escutar a Natureza e o seu Deus, porque a luta pela sobrevivência das suas espécies, a isso os obriga.

No rescaldo da noite das eleições, um homem que é tido por tolerante agora, que fala com mansidão aparente, porque assim não foi sempre, e duvido que tivesse mudado; ficou revoltado porque não aceita a cidadania fora dos partidos, ou seja, gosta dos rebanhos, desde que seja ele o maioral ou os do seu grupo, dentro do grupo, os pastores.

Portanto aprova a partidocracia e logo o sistema desde que lhes sobreviva a todo o custo.

Como bom aluno, ainda tem no programa do seu rebanho a ditadura do proletariado e o centralismo democrático, como arma para resolver os problemas com as ovelhas ranhosas. Nisto, eles são a reserva moral do povo explorado, eles são os únicos que os podem orientar e quem o povo trabalhador e explorado deve seguir.

Na senda deste, um outro, que também fala da mesma maneira, mas gosta de vestir roupa de marca e que alguns dizem gostar de caviar, que são ovas de peixe em extinção. Para este último, embora derrotado, a cidadania deve obedecer à lei dos rebanhos, porque eles são a esquerda moderna, reciclada, e como o papel, pode vir das mais belas páginas, dos jornais ou do papel que serve para limpar alguns orifícios naturais em caso de necessidade. Culpavam o PS e o poeta, pela perda, mas não disseram para quem, concluindo-se que também gostam do mal menor, mesmo que lhe tenham ódio.

Assim vai o sítio, mas parece-me que não vai melhor pelos outros lados.

A degenerescência global do homem até àquilo que é considerado pelos cretinos e boçais socialistas como o seu « homem do futuro », - seu ideal!- essa degenerescência e amesquinhamento do homem, até ao perfeito animal de rebanho, ( ou, como eles diriam, até ao homem da “sociedade livre” ), essa bestialização do homem até converter-se em animúnculo dos direitos iguais e reivindicações igualitárias é possível, não haja dúvida!

Nietzche

Até amanhã.

Nova lei de política criminal.

"Os crimes praticados por titulares de cargos políticos vão ser uma prioridade? Esta não é uma lei de política criminal. É uma lei de controlo do Ministério Público (MP) na execução da política criminal”. A frase é do procurador-geral da República (PGR), Souto Moura, que ontem se pronunciou, na Comissão Parlamentar dos Assuntos Constitucionais, sobre a proposta de Lei-Quadro da Política Criminal que prevê que o Governo passe a definir, de dois em dois anos, os crimes que devem ser investigados com prioridade."

CM

O governo ao decidir as prioridades de quem investiga, decide o que se vai julgar. De qualquer forma, parece que os deputados da Assembleia da República levaram uma lição do PGR.

O velho PS, o novo PS.

"Quando, no domingo passado, à hora do jantar, José Sócrates esmagou o discurso de Manuel Alegre - e as televisões esqueceram momentaneamente o critério editorial e jornalístico que deve presidir ao seu trabalho e disseram "amém" ao poder - eu percebi, enfim, o que tinha sucedido ao Partido Socialista. "

Mais aqui

A vitória de Louçã.

"O Bloco de Esquerda fica em último em votos e em dinheiro. Recebe menos e gasta menos. Mas alcança o que poucos conseguem: um excedente de mais de 46 mil euros. Pouco mais de 318 mil euros em despesas não chegam aos 364 mil euros de receitas. Isto permite a Francisco Louça liderar o partido mais «folgado» em termos financeiros.

Proveitos: 364 188 euros
Custos: 318 050 euros
Excedente: 46 138 euros
"

Amadora ou novo Texas.

"O bairro da Azinhaga dos Besouros (Amadora) foi esta manhã palco de confrontos entre a polícia de intervenção e alguns moradores e elementos de uma associação de apoio a imigrantes. Os agentes da PSP que asseguravam esta terça-feira a demolição de cinco barracas no bairro da Azinhaga dos Besouros, Amadora, foram recebidos com tiros de caçadeira pelos moradores.

Em reacção, dispararam balas de borracha para o ar. Foi concretizada a demolição das cinco barracas que a autarquia previra para esta terça-feira, informa ainda a subcomissária, acrescentando que «a última barraca a ser demolida era uma habitação que servia de bar, discoteca e cabeleireiro, que era um foco de delinquência no bairro». «Foi uma demolição importante que traz mais segurança e menos desordem ao bairro, porque este era um foco de delinquência, que por diversas vezes foi cenário de tiros», diz Paula Monteiro
"

A sub-comissária admitiu que a polícia reagiu às manifestações “com armas anti-motim, com munições de borracha, ao contrário das que foram arremessadas para com os elementos policiais, que foram munições de chumbo”.

PD / SIC

Vai saltando à vista as razões porque essa população é contra a demolição das barracas. Agora era conveniente apurar o papel do Bloco de Esquerda na defesa exacerbada desse pessoal.

Curiosidades nacionais.

"Várias dezenas de ex-governantes e deputados, para além do Presidente da República eleito, recebem reformas do Banco de Portugal."

CM

"O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, afirmou segunda-feira à noite, no programa “Prós e Contras”, da RTP1, que dentro de dez anos o Estado não terá dinheiro para pagar as reformas dos portugueses, caso não seja alterado o actual sistema de financiamento da Segurança Social."

CM



A reforma vai faltar a quem?

Verdadeiros ciganos.

"A ideia da burla é simples: assinar um contrato com um sinal alto e, nos dias seguintes, praticar distúrbios de tal ordem que forcem o vendedor a desistir do negócio e a indemnizar o comprador no dobro do valor entregue. Um promotor de um condomínio privado de luxo de Santarém é a última vítima deste esquema – já praticado no Algarve – e apresentou queixa na PSP contra um grupo de pessoas de etnia cigana. No início, tudo parecia estar bem. O contrato-promessa de compra e venda foi assinado com um comprador, que se apresentou “bem vestido” e num “bom carro” e entregou 40 mil euros de sinal.

Mas os problemas começaram logo no dia seguinte, quando o mesmo indivíduo apareceu no empreendimento acompanhado de um numeroso grupo de familiares, com a intenção de ocupar a casa. E nem o facto de não ter ainda água, nem luz, o demoveu dessa intenção. As crianças do grupo entretinham-se a atirar pedras para a piscina e a incomodar a vizinhança. Os proprietários das outras fracções abordaram o promotor do empreendimento e manifestaram-lhe o desagrado. Só então o promotor se apercebeu da intenção do grupo de o obrigar a rescindir o contrato--promessa de compra e venda. Nestes casos, segundo a lei, é obrigado a devolver ao comprador o dobro da verba entregue de sinal, no caso 80 mil euros
. "

CM

É espantoso com esta prestimosa etnia promove o negócio imobiliário. Não é de espantar, uma vez que eles são peritos em negócios escuros ou, diriamos melhor, negócios empoados. Aguardamos a intervenção enérgica do Berloque de Esquerda em sua defesa porque eles, coitados, são autênticas vítimas das sociedades.

Para memória futura.

"Os cinco maiores partidos políticos portugueses arrecadaram, em apenas um ano, 24 milhões e 712 mil euros. Apesar de gordo, este número não foi suficiente para vencer as despesas das máquinas partidárias. No total, PSD, PS, PP, PCP e BE gastaram 24 milhões e 951 mil euros. O que prova que além das famílias portuguesas, também os partidos têm dívidas - neste caso de cerca de 238 mil euros.

Do saco dos devedores excluem-se, no entanto, o Partido Social-Democrata e o Bloco de Esquerda cujos respectivos balanços apresentam totais positivos.

Várias «ilegalidades e irregularidades» foram detectadas em auditoria às contas dos partidos políticos portugueses, relativamente ao exercício de 2003, feita pelo Tribunal Constitucional (TC). PS, PSD, CDS, PCP e BE não apresentam todas as movimentações financeiras das suas delegações regionais, recebem donativos em dinheiro que não depositam em conta bancária apropriada e não apresentam todos os documentos exigidos
. "

PD

Polícias empregadas da limpeza.

"Duas empregadas de limpeza que pertencem aos quadros da PSP foram surpreendidas com artigos roubados – pertença de agentes e outros apreendidos à ordem de processos-crime – no interior da esquadra de Carnaxide, Oeiras. Ambas estão agora a ser alvo de processos disciplinares, que podem conduzir ao seu despedimento da polícia. As duas suspeitas - naturais de países africanos de língua portuguesa - pertencem aos quadros da PSP. Têm como função a limpeza de várias esquadras da Divisão de Oeiras."

CM

“Duas empregadas de limpeza que pertencem aos quadros da PSP”???? Significa isto que as duas senhoras são consideradas polícias não o sendo e contam para aquelas estatísticas manhosas que os políticos nos atiram à cara para demonstrar que, em Portugal, há excesso de polícias por habitante. Quando, se calhar, metade desses polícias são mulheres da limpeza.

terça-feira, janeiro 24, 2006

Até amanhã.

Privacidade.

"A Escola Secundária de Odivelas tem a funcionar, desde o início da semana passada, um sistema de videovigilância que inclui para já a instalação de cinco câmaras, distribuídas pelo espaço interno. São filmados professores, alunos e funcionários 24 horas por dia, sete dias na semana.

A docente de Biologia e Geologia no 11.º B (Sara Leal), diz-se “chocada” com este “autêntico big brother”. “Sinto-me incomodada e é uma agressão à minha privacidade
”."

CM
Mas o maior problema é filmar os roubos e as agressões. O sindicato da gatunagem já apresentou queixa. Mais vale uma navalhada que uma agressão à privacidade,

Habitual superioridade de Esquerda.

"O problema com Cavaco Silva não é só ele ser o primeiro presidente oriundo da direita política, nem o inigma sobre a sua prática presidencial. É ele suceder a quem sucede: 10 anos de um presidente maior do que o País (Mário Soares); 10 anos de um dos presidentes mais cultos e "aristocratas"(no verdadeiro sentido da noção) que já tivemos (Jorge Sampaio). Ter agora um presidente que não ultrapassa os limites de uma cultura economista e tecnocrática é uma enorme sensação de despromoção..."

Vital Moreira no Causa Nossa
Novamente o habitual sentimento de superioridade intelectual e moral. Eis o exemplo típico da insuportável arrogância da esquerda, alicerçada na visão amputada da democracia, que desqualifica intelectual e moralmente o adversário.

Como melhor explica Diogo Pires Aurélio, “o Estado Novo, ao instituir a censura e "limpar" a universidade de toda e qualquer atitude crítica, condenou a sociedade a um modelo de cultura unitário, onde tanto a verdade do poder como a verdade que acabou, mais ou menos clandestinamente, por se impor contra ele se pensavam a si mesmas como dogmas sem refutação possível, quais incarnações singulares da seriedade intelectual e da honestidade moral. A revolução destruiu, é certo, as bases jurídicas e políticas em que assentava semelhante modelo de cultura. A sua influência, disseminada embora, continuou no entanto a fazer-se sentir.

Primeiro, porque uma política como a seguida pelo anterior regime só poderia levar a uma generalizada pobreza intelectual dos seus quadros, tornando fácil desbaratá-los a seguir ao 25 de Abril.

Segundo, porque a cultura que depois se tornou dominante, mais do que o unanimismo, vituperava no Estado Novo o reaccionaríssimo. Talvez fosse uma cultura progressista. Não era, certamente, uma cultura pluralista. A súbita conversão, no dia 26 de Abril, de quatro quintos dos intelectuais ao marxismo-leninismo diz tudo a esse respeito
.”

Investimento.

"Portugal assina no próximo dia 17 de Fevereiro o contrato de compra de doze CASA C-295 para a Força Aérea, disse ao DN fonte ligada ao processo. A aquisição dos aviões novos implica assinar três contratos o do fornecimento dos aviões (sendo o primeiro entregue ano e meio depois), o do financiamento (279 milhões de euros, inscritos na Lei de Programação Militar) e o relativo às contrapartidas do fabricante a Portugal (que atingem os 460 milhões de euros)."

DN

Este investimento nas Forças Armadas significa que o exército vai substituir a polícia no combate à criminalidade?

Fur Elise.

Afinal...

"A TVI foi a protagonista da noite eleitoral. Ganhou as audiências e ficou associada ao caso Sócrates ‘cala’ Alegre. Capoulas Santos, dirigente do PS, entrou na sala com José Sócrates quando, conta, “as televisões passavam imagens de Cavaco Silva a chegar ao Centro Cultural de Belém”. Perante tal cenário, a ‘entourage’ do secretário-geral do PS disse ao primeiro-ministro quão importante era avançar, de imediato, com a intervenção, para, claro, “ver se se antecipava à declaração do Presidente eleito”, conta fonte socialista. Sócrates conseguiu-o, mas, com isso, silenciou Manuel Alegre."

CM

Escutas.

"As escutas telefónicas são um mecanismo importante na luta contra o terrorismo e a criminalidade organizada”, disse ontem, no Porto, Rui Pereira, coordenador da Unidade de Missão para a Reforma Penal e presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT)."

CM

Por isso alguém quer acabar com elas. Com o beneplácito do nosso "informado" e clarividente povo.

Cadê os outros?

"A organização terrorista basca ETA pode ter criado nos últimos meses bases de apoio logístico em território português. As unidades espanholas de combate ao terrorismo estão convencidas de que as incursões e contactos mantidos em Portugal, entre traficantes estrangeiros e membros da organização, fazem parte de um plano maior de rearmamento da ETA."

CM

Só a ETA? Vasculhem mais um nadita.

Heróis nacionais.

"Quatro indivíduos, entre eles uma mulher, foram detidos pelos investigadores criminais da GNR das Caldas da Rainha, suspeitos da prática de vários roubos com violência e cujos alvos eram sempre idosos que viviam sozinhos. Em alguns dos assaltos os elementos do grupo faziam-se passar por polícias."

Sempre admirámos este tipo de heróis. Agredir idosos com violência não está ao alcance de todos. Se Sampaio continuasse a ser presidente, seriam medalhados. Reflexo da nossa sociedade.

"Sobral do Parelhão, no Bombarral, viveu em sobressalto durante duas semanas. Não havia noite sem que uma casa de idosos fosse assaltada. "A população falava já em juntar-se para apanhar os assaltantes", conta Célia Ferreira, mas "faltou a união", lamenta a moradora. Mesmo assim, esta comerciante espera que "se faça Justiça" e que "os indivíduos fiquem presos durante muito tempo". "

É o futuro do país em termos de segurança. Moradores a fazer turnos de vigilância. Os poucos polícias que restarem, estaram a vigiar à porta das casas dos nossos políticos.

Imigração.

"Um cidadão brasileiro, de 31 anos, que pretende regressar ao seu país, não tendo recursos para tal, está detido preventivamente na prisão de Portimão por tentativa de homicídio, após agredir com uma picareta António Lopes, em Vale del Rei, Lagoa, na tarde de anteontem. O brasileiro, que se encontra em situação ilegal no nosso país, tentou na semana passada ‘forçar’ o regresso a casa, ao partir diversas montras no centro de Lagoa, provocando prejuízos de cerca de dez mil euros."

CM

Mais uma história comovente da tal imigração tão necessária Portugal. Tendo em conta a quantidade de brasileiros por cá, se a moda pega ...


segunda-feira, janeiro 23, 2006

Sunrise.


Sunrise, and the new day's breaking through.
The morning of another day without you.
And as the hours roll by
no one's there to see me cry
except the sunrise,
the sunrise and you.

Tired eyes drift across the shore.
Looking for love and nothing more.
But as the sea rolls by
no one's there to see me cry
except the sunrise,
the sunrise and you.

Sunrise, bless my eyes.
Catch my soul, make me whole again.
Sunrise, new day heed my song.
I'm tired of fighting and fooling around.
But from now until who knows when?
My sword will be my friend.
And I'll love you...love ya
for all of my time.

Sunrise, bless my eyes.
Catch my soul, make me whole again.

Uriah Heep

Grandes esperanças e a mancha de óleo

Cá pelo sítio os humanos elegeram o chefe futuro com grande euforia e grandes esperanças.
É bom ter esperança e acreditar.
É bom acreditar.
É bom estar de boa fé.
Espero só, que não seja mais uma desilusão para este pobre povo de humanos tão martirizado por um grupo que o escraviza e que todos os dias lhe rouba a esperança e que já lhe roubou a consciência.
A noite não foi de bom augúrio porque não vi da parte do socrático PM aborrecimento nem beiço caído pela derrota do geronte, depois de dias antes ter aumentado o ISPP, porque seria?
O futuro dirá...
Na Grã Bretanha. assim é o nome do sítio, o chamado estado e os seus poderes decidem pelos pais.
Assim, uma menor de 14 anos decide abortar sem o conhecimento e o apoio dos pais e a decisão é sancionada pelo supremo tribunal e pela associação de planeamento familiar do sítio que aplaude, não vão os seus elementos perder o emprego e os subsídios.
Tudo isto é normal.
A mãe desabafa dizendo que se a filha está com febre ou com dor de cabeça tem de dar autorização para que lhe prescrevam um simples Ben u Ron, no entanto pode fazer um aborto sem o seu conhecimento e sem o seu consentimento.
Decerto o juíz não é pai. Ou então não tem filhos, ou não paga bilhete para determinados filmes com vaqueiros gay.
É da Igreja Anglicana? É a lógica puritana? O que será esta mancha que se espalha como óleo e que corrompe as consciências e substui as famílias? Que religião será esta?
Felizmente sou apenas uma toupeira...

Até amanhã.

Gays.

"Todos aqueles que se dirigiram ao cinema Moderníssimo, em Nápoles, Itália, para assistir à estreia do último filme de Ang Lee e admitiram ser homossexuais tiveram direito a uma redução de 50 por cento no preço do bilhete. «O segredo de Brokeback Mountain», o mais recente trabalho do autor de «O Tigre e o Dragão» e «Hulk», retrata o amor proibido entre dois cowboys na América profunda das décadas de 60 e 70. Luciano Stella, proprietário da sala de projecção e promotor da iniciativa, explicou que se «alguém se declarar gay só para pagar menos, isso deixá-lo-á bastante feliz porque significa que a homossexualidade é cada vez menos um tabu». "


Se a Eurosondagem fosse fazer uma sondagem à porta do cinema, poderia afirmar que mais de 90% do pessoal é gay. Na parte que nos toca preferimos pagar bilhete. Melhor. Gastar antes o dinheiro num filme do Bruce Lee ou do Arnold. Fénix.

A campanha continua.

"Houve certamente imensa irresponsabilidade naquilo que enfraqueceu, dividiu e apagou os fundamentos essenciais do que tem de ser uma politica de esquerda». «Gostaria de agradecer o grande trabalho desta grande campanha popular que contribuirá contra as politicas da direita. A notícia da sua morte política é seguramente exagerada «Quem pensar que nos derrotou está enganado, esta campanha continua e quer vencer».

A campanha continua? E nós a pensarmos que já tinha acabado. Há segunda volta? Quando? Caro Louçã. Confesse lá. A sua vitória foi ter ficado acima dos 5%, não foi?

O deserto aumenta.

"Pedro Santana Lopes, ex-líder do PSD, afirmou hoje que Cavaco Silva só ganhou as eleições presidenciais à primeira volta devido à ausência de um outro candidato à direita. «Se houvesse outro candidato à direita, haveria uma segunda volta», referiu Santana Lopes em declarações à SIC-Notícias.

O ex-primeiro-ministro previu que Cavaco Silva vai ter muitas dificuldades «em gerir o capital de esperança» depositado por quem o elegeu nas presidenciais. Para o ex-líder do PSD, o Presidente da República eleito poderá provocar instabilidade «se pressionar o Governo» tal como o seu eleitorado pretende e «se o não fizer» acabará por desencantar quem o elegeu
."

Santana aparece novamente na comunicação social para afirmar uma verdade de La Palisse. Agora quem seria esse segundo candidato? Ele? Enfim. O caranguejo cegou de vez.

Politicamente correcto.

"Quando não estamos perante um crime de motivação étnica, religiosa ou nacional, constitui, a meu ver, um erro jornalístico atribuir relevância no enquadramento da notícia à etnia, religião ou nacionalidade do autor (porque não a cor dos olhos, a altura, o signo, a rua onde mora, ou um conjunto de outras irrelevâncias?). Tanto mais que tal só é concretizado quando este pertence a uma minoria visível e nunca é referido quando se trata de um membro da maioria que é sempre 'transparente' na notícia. (...) Na notícia referida, em nada transparece no texto a evidência de uma motivação étnica ou nacional para a autoria do crime. Avança-se com a possibilidade de se tratar de um acto cometido no quadro de uma doença mental. Pergunta-se então o porquê da identificação da nacionalidade."

DN
A pouco e pouco a liberdade de imprensa vai desaparecendo em nome do politicamente correcto.

Facturas.

"Quer factura?”. Desde o passado dia 1 de Janeiro esta familiar interrogação começou, supostamente, a cair em desuso nos restaurantes, bares e estabelecimentos afins portugueses."

DE

Não é verdade. A maioria dos comerciantes na mesma. Pior. Nem perguntam se "quer factura".

Mais um abandono no SCP.

Manuela Moura Guedes.

"O programa «Presidenciais 2006» transmitido domingo pela TVI foi o mais visto entre os especiais televisivos dedicados às eleições, tendo sido seguido por 1,093 milhões de telespectadores, segundo dados hoje divulgados pela Marktest. "

O que aconteceu a Manuela Moura Guedes? Esqueceu-se de tomar os calmantes? Por momentos tememos que alguém fosse assassinado ali ao vivo.

"Elegemos um mudo".

"Passavam poucos minutos das 20h00 quando Garcia Pereira reconheceu a vitória de Cavaco Silva, baseando-se nas primeiras projecções avançadas pela Comunicação Social: “Acabámos de eleger um mudo de quem não sabemos rigorosamente nada.”

CM
Razão porque o discurso vitorioso de Cavaco foi gestual. Garcia Pereira, na sua qualidade de "surdo", até devia agradecer. Curioso este homem que, na sua arruada em Chelas, conseguiu encher um elevador.

Amadora Texas.

"Uma casa de jogos da Santa Casa da Misericórdia, situada no centro da Amadora, foi assaltada duas vezes durante a última semana. Mas não foi a única. Desde o princípio do ano que 25 outros estabelecimentos comerciais daquela zona foram também visitados pelos ‘amigos do alheio’. Desde o primeiro dia deste ano que se registaram assaltos em 25 estabelecimentos comerciais da freguesia da Mina."

CM

Diz-nos aqui o Manel que a referida casa de jogos fica a dois quarteirões da Esquadra da Polícia (dois minutos a pé), quase em frente à Estação da CP da Amadora. É na freguesia da Mina que se situa o famoso Bairro de Santa Filomena. Mais palavras para quê?

Roubo de telemóveis.

"A cada hora que passa pelo menos dois portugueses ficam sem os seus telemóveis. Perto de 50 por dia. Muitos destes equipamentos servem como moeda de troca para a compra de droga, mas a maioria é para uso pessoal dos ladrões."

CM

A semana passada, uma amiga nossa telefonou para o telemóvel de um colega. Do outro lado atendeu uma voz com sotaque, que garantiu não ser aquele o telemóvel do José. Contactado pelo fixo, o José afirmou que o telemóvel tinha-lhe sido roubado. Quanto à voz com sotaque, o politicamente correcto impede aqui o pessoal de expandir mais o presente comentário.

Juventude.

"A Brigada de Investigação da PSP de Abrantes deteve dois adolescentes, de 15 e 16 anos, residentes na cidade, por serem os suspeitos do furto de diverso material informático num ‘stand’ de automóveis de Abrantes, anunciaram ontem as autoridades policiais."

CM

"Um rapaz de 15 anos, de etnia cigana, foi ontem baleado ao início da tarde por militares da GNR, em Coruche, durante uma perseguição à viatura em que seguia e cujo condutor não obedeceu a uma ordem de parar."

CM

Assim vai a nossa juventude. O futuro de Portugal.

domingo, janeiro 22, 2006

Cavaco Silva presidente.


Numas eleições cuja campanha não vai deixar saudade, ganhou o homem “que não tem talento para os debates nem vocação para o contraditório, que não tem ideias claras ou conhecidas sobre Portugal, a Europa ou o mundo, que não tem à-vontade nos contactos de rua, nem nenhuma qualificação específica para essas funções de contornos constitucionais fluidos que são as de Presidente da República” conforme escreveu Miguel Sousa Tavares, dando voz ao mito criado pela esquerda. Mito que foi claramente desmentido no debate efectuado por Cavaco com Soares.

Também Alegre e Jerónimo saíram vencedores esta noite. Mas esta vitória de Cavaco assina as mortes políticas de Soares e Louçã (embora ambos insistam em não a aceitarem - cfr. aqui e aqui).

Quanto a Sócrates, o episódio da interrupção da declaração de Alegre para ser emitido o seu discurso diz tudo (cfr. aqui).

Feito.


Ver televisão torna-se, no dia de hoje, uma tarefa extraordinariamente penosa.

"Algo está mal".

"A esperança de devolver com vida ao mar a baleia que há dois dias vagueava pelas águas do rio Tamisa desvaneceu-se ao cair da noite de ontem. E o pior cenário confirmou-se horas depois. O cetáceo que suscitou a atenção de milhares de pessoas em todo o mundo foi resgatado à tarde, lutou pela sobrevivência durante várias horas mas acabou por não resistir. No local, ergueu-se um verdadeiro palco mediático."

DN

"Quando os cetáceos entram pelos rios ou arrojam no litoral, é sinal de que algo está mal. Estão doentes ou desorientados e depois têm dificuldade em voltar para o mar". Não são só os humanos.

Atrito.

"Luis Filipe Scolari pode ser o próximo treinador da Selecção Inglesa. O seleccionador nacional admitiu, numa entrevista ao jornal inglês 'Sunday's Observer', estar disponível para suceder a Eriksson à frente dos destinos da selecção inglesa. Esta mudança de treinador só acontecerá se Eriksson decidir abandonar o cargo após o Mundial 2006, na Alemanha. "

Isto poderá explicar as últimas atitudes que ele tem tido.

Curiosidades.

"A esquadra da PSP de Carnaxide faz parte da divisão de Oeiras e conta com um efectivo de 50 agentes. Para além de vastas áreas residenciais, o efectivo da esquadra tem a seu cargo alguns bairros problemáticos. O bairro da Portela, com forte incidência de tráfico de droga e roubos, é a maior dor de cabeça dos patrulheiros da esquadra. A Outurela e a Azinhaga dos Barronhos são outros bairros problemáticos da zona."

O apelo da toca

A geada e frio continuam e a pouca chuva faz lembrar o ano passado de má memória.
Os humanos das cidades pensam que um dia de chuva já chega, porque muitos deles oriundos da província e do campo, perderam o contacto com a terra e com o seu cheiro, depois da chuva.
Perderam a liberdade de pensar em sossego.
Perderam o sentir da sua alma, sentir que a têm, ao contrário dos que fazem crer que ela não existe, decerto para imporem a sua forma de pensar, ou para relançar cada vez com mais violência, o caos nos pensamentos, ou na falta deles, para que possam através das invenções das democracias, dividir os referidos humanos em grupos, e tranformá-los em rebanhos que empunham bandeiras sem significado, ou em que o significado das mesmas deixou de existir e conseguem que se guerreiem entre si, quando disso sentem necessidade.
Esta é a essência do pensamento daqueles que têm destruído as consciências, que dizem que a arte é o borrão, que a promiscuidade é que liberta o homem, que ética é a selva, que a família não serve para nada e que as religiões são o ópio do povo, inventando ópios e drogas que de facto os dividem em camadas, como se faz com os detritos para melhor os decompor e destruir, assim como as suas consciências e o pensamento livre e solitário.
Por mim, hoje, vou ficar na toca a mastigar uns vermes que por aí andam a prejudicar a horta do humano meu vizinho.
Citação de Ovídio, "Amores, "
Nitimur in vetitum semper cupimusque negata; sic interdictis imminet ager aquis” ( lançamo-nos sempre para o proibido e desejamos o que se nos nega; assim o doente aproxima-se das águas proibidas).

sábado, janeiro 21, 2006

"Everything Will Flow"

Watch the early morning sun
Drip like blood from the day
See the crazy people run
So many games to play
See the blue suburban dream
Under the jet plane sky
Sleep away and dream a dream
Life is just a lullaby

Ah Ah Ah
And everything will flow

Watch the day begin again
Whispering into the night
See the crazy people play
Hurrying under the light
A million cars, a million trains
Under the jet plane sky
Nothing lost and nothing gained
Life is just a lullaby

Ah Ah Ah
And everything will flow

Watch the day begin again
Whispering into the night
See the crazy people play
Hurrying under the light
A million cars, a million trains
Under the jet plane sky
Nothing lost and nothing gained
Life is just a lullaby

The neon lights in the night tonight will say
Everything will flow
The stars that shine in the open sky will say
Everything will flow
The lovers kissed with an openness will say
Everything will flow
The cars parked in the hypermarket know
Everything will flow

Suede

Escutas

"O porta-voz do PS, o deputado Vitalino Canas, considerou hoje "elucidativas" as explicações do Procurador-geral da Republica, afirmando que elas ajudaram a "esclarecer" algumas áreas polémicas da investigação criminal, incluindo as escutas telefónicas. "A conversa foi elucidativa. Também tivemos a possibilidade de falar de questões de fundo, como escutas telefónicas e de violação de segredo de justiça", disse Vitalino Canas no final da audição de Souto Moura na Comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. "

PD

"No essencial, a sessão de ontem no Parlamento pouco adiantou. O PGR agarrou-se ao formalismo de algumas expressões da notícia, mas na questão de fundo, os números de telefone estão lá, foi obrigado a recuar. Se o MP ou a PJ sabiam, investigaram e não destruíram a informação irrelevante é a questão que permanece em aberto e deve ser o centro do inquérito em curso."

DN


Curiosamente a opinião do PS e a dos jornalistas não coincidem. Conflito de interesses?

Por mais que queira fugir, a comunicação social tem muitas culpas no cartório. As coimas não deviam ser apenas para os jornalistas, mas também para as próprias empresas, responsabilizando as direcções editoriais.

O Jornal 24 Horas fez um excelente trabalho, contornando o filtro e procurando os nomes dos titulares da listagem. Tudo em nome do interesse informativo.

Poder político e poder judicial.

"O PS atacou pouco e o PSD não atacou nada quem esperava que a ida de Souto Moura ao Parlamento servisse para provocar dificuldades ao procurador-geral da República terá ficado desapontado, numa tarde em que foram sobretudo o CDS e o Bloco de Esquerda a tentar criar dificuldades a Souto Moura. O CDS foi mais contundente. Nuno Melo elencou uma série de factos anómalos na justiça, como as escutas de conversas entre políticos do CDS - no caso Portucale e transcritas no Expresso -, e lembrou que Souto Moura ainda nem respondeu a um requerimento seu sobre o assunto. "

DN

A pouco e pouco o país vai percebendo o que os políticos pretendem fazer ao poder judicial. Barreiros está de parabéns por ter tido a coragem de desmistificar publicamente.

A sério?

"Os deputados socialistas e sociais-democratas assumiram-se preocupados com o aumento da criminalidade contra os agentes policiais, ontem, no debate parlamentar sobre o Relatório de Segurança Interna de 2004. "

A sério? Estão a brincar?

Guerra.

"O Irão confirmou ontem que está a retirar as suas reservas em divisas dos bancos europeus. A confirmação veio do governador do Banco Central iraniano, Ebrahim Sheibani, citado por uma agência oficial. A medida pretende evitar que aqueles montantes sejam bloqueadas em caso de sanções, devido à reactivação do programa nuclear de Teerão.

Teerão pediu ontem à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para baixar em um milhão de barris/dia a quota de produção da organização. O argumento é o de que, "ao actual nível de dois milhões de barris/dia", quando, "no segundo trimestre de 2006", baixar a procura, aquele nível de produção levará à queda dos preços, afirmou o representante do Irão na OPEP
."

DN

O Irão prepara-se para a "guerra".

Para memória futura.

"O registo audio do líder da Al- -Qaeda divulgado na quinta-feira, com promessas de novos ataques e uma oferta de tréguas aos EUA, está a relançar o debate sobre o poder actual desta organização terrorista, mais de um ano depois da divulgação da última mensagem de Osama ben Laden. Se pelos seus apoiantes a nova cassete foi recebida com entusiasmo, para os peritos em segurança esta demonstra que a rede da Al-Qaeda está a enfraquecer. "É um símbolo de fraqueza. Para mim, a difusão da cassete, que não é de boa qualidade e nem é um vídeo, é uma forma de dizer que a organização ainda existe, que ainda está lá", disse o consultor de questões de segurança e antigo responsável da CIA, Vincent Cannistraro, numa entrevista à AFP. Esta cassete mostra-nos que "Ben Laden está muito preocupado com a ideia de perder o seu público", acrescentou o perito em Médio Oriente Mamoun Fandy, na televisão norte-americana PBS. "


DN

É fartar vilanagem.

"A Direcção-Geral de Impostos (DGCI) detectou diferenças entre valores de avaliação e valores de venda de imóveis declarados pelas empresas no valor de 230 milhões de euros durante o ano de 2004.Estas discrepâncias dizem respeito a 3715 prédios transaccionados durante aquele ano e levaram a DGCI a enviar, deste o início do mês, cerca de 1700 cartas a contribuintes de IRC, alertando para a obrigação legal de entregarem, até dia 31, uma declaração de substituição com os valores de venda corrigidos, para efeitos de determinação do lucro tributável referente a 2004."

DN
Não será esta pequena vitória que vai amansar os construtores. São décadas de “é fartar vilanagem”.

Divulgue o seu blog!